Achamos que vale — Gama Revista

Achamos que vale

O que há de bom por aí, nas artes e na vida
    23 de Maio de 2024
  • Ler |
    Novo romance do autor de livro que inspirou “American Fiction”

    Após o sucesso do filme vencedor do Oscar de melhor roteiro adaptado, a Todavia lança “As Árvores”, de Percival Everett, autor do livro que deu origem ao longa. Num romance policial incomum, uma série de assassinatos brutais no Sul dos EUA se liga ao misterioso cadáver de um homem negro. Com uma escrita surpreendentemente bem-humorada, a obra traz à tona as cicatrizes da violência racial que marca a história americana. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    A obra de Léa Garcia em mostra no CCBB-SP

    A partir do dia 25/05, o Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo expõe 15 longas protagonizados pela atriz brasileira que já foi indicada ao prêmio de melhor interpretação feminina no Festival de Cannes pelo papel em “Orfeu Negro” (1959), de Marcel Camus. A programação, que celébra os 90 anos de Léa Garcia, também contará com três sessões com pesquisadores e colegas de trabalho que comentarão o pioneirismo negro da intérprete na industria cinematográfica. (Emilly Gondim)

  • Ir |
    Ritmos africanos no Festival Musiques D’Afrique, em SP

    Tyno Val (Togo), Hélio Ramalho (Cabo Verde), Leonardo Matumona (Angola) e Yannick Delass (Congo), além dos brasileiros Rincon Sapiência, Anelis Assumpção e a Orquestra Funmilayo Afrobeat estão no festival que celebra o Dia da África, em São Paulo. Esses e outros artistas nacionais e internacionais e diversas expressões artísticas do continente africano estarão no complexo da Praça das Artes, das 11h às 22h. (Vitor Romenior)

  • Ir |
    Exposição “Koudelka: Ciganos, Praga 1968, Exílios”, no IMS

    A mostra reúne três séries do fotógrafo tcheco Josef Koudelka, reconhecidas como clássicos da fotografia mundial. "Praga 1968" exibe imagens que documentam a invasão soviética à Tchecoslováquia e a resistência pacífica. "Ciganos" retrata a vida de uma etnia marginalizada, enquanto "Exílios" reflete a busca do fotógrafo pela liberdade após perder sua terra natal. A curadoria é do próprio Koudelka. Entrada gratuita. Até 15/9. (Amauri Terto)

  • Ir |
    “Okê — Dança como herança” no Sesc Culturas Negras, em SP

    Nesta sexta, Priscilla Borges, diretora da Cia de Dança AfroOyá, e Rose Maria de Souza, artista e mestre em Ciências da Religião, debatem no Sesc Pompeia as dimensões da dança afro-brasileira, um legado dos povos afrodiaspóricos, e sua influência na identidade cultural do país. A conversa faz parte do Festival Sesc Culturas Negras, que celebra até 26/5 a cultura afrodiaspórica com mais de 80 atividades, em 27 unidades do Sesc-SP. (Amauri Terto)

    16 de Maio de 2024
  • Assistir |
    Débora Falabella em “Prima Facie”, no Rio

    Em uma performance solo, a atriz sensibiliza o público com o enredo intenso escrito por Suzie Miller. Na peça, a personagem de Falabella é uma jovem advogada com carreira brilhante que sofre violência sexual. O trágico acontecimento faz ela questionar o sistema jurídico, pois tinha como clientes homens acusados dos mesmos crimes de que foi vítima. A direção é de Yara Novaes e a peça fica em cartaz até 30/06 no Rio de Janeiro. (Emilly Gondim)

  • Ir |
    Cat Power e Pavement no C6 e Léo Santana na Virada Cultural, em SP

    São Paulo é a cidade mais quente neste fim de semana para quem ama música. De sexta a domingo (17 a 19), o C6 Fest toma o Parque Ibirapuera com veteranos e novos nomes do pop, rock, R&B e jazz — destaque para os shows de Raye, Cat Power e Pavement. Já a Virada Cultural promove shows gratuitos em 22 palcos espalhados pela cidade. Maria Rita, Pabllo Vittar e Léo Santana estão entre os mais aguardados da extensa programação. (Amauri Terto)

  • Ir |
    Cotidiano e intimidade nas telas de Marina Quintanilha

    Uma soneca no sofá, os pés pintados que descansam na banheira, os cabelos amarrados, a aplicação do hidratante nas costas. A intimidade do cotidiano tem sido uma marca das telas de Marina Quintanilha, que reúne uma amostra de seu trabalho tocante em “Fixação”, em cartaz a partir deste sábado (18) na Galeria Izabel Pinheiro. Nascida em SP, Marina transita entre a pintura, a animação e o cinema, e foi premiada no É Tudo Verdade pelo curta “Borscht”. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    Um relato impactante sobre ver a casa inundada

    Em meio às enchentes no Rio Grande do Sul, o relato da escritora Julia Dantas parece encapsular muitas das experiências de quem perdeu tudo na tragédia. Num texto comovente, ela conta como lutou contra o alagamento de seu apartamento até que se tornou inevitável fugir com o marido e a cachorra. “São sonhos que a gente deixa de lado porque de um dia pro outro precisa voltar a tornar habitável o lugar que antes era o nosso lar.” (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    Festival gastronômico e cursos em prol de jovens com câncer em SP

    A escola de gastronomia Le Cordon Bleu, na Vila Madalena, recebe no sábado (18) e no domingo (19) um festival em prol da Tucca, associação que oferece tratamento a crianças e adolescentes com câncer. No evento beneficente, o público pode fazer compras na feira de produtores e assistir a aulas ministradas por figuras como Fred Caffarena, do Make Hommus. Not War, e a confeiteira Joyce Galvão. (Ana Elisa Faria)

    09 de Maio de 2024
  • Ouvir |
    Um papo profundo e bem-humorado com Fernanda Torres

    Com o seu típico humor ácido, a atriz e escritora Fernanda Torres fala sobre maternidade, menopausa, malhação, amor, dinheiro, luto e medos no episódio de estreia do novo podcast da Folha de S.Paulo, "Se Ela Não Sabe, Quem Sabe?". Apresentado por Tati Bernardi, o programa vai escutar, a cada semana, conselhos de experientes mulheres com mais de 50 anos, como Zezé Motta, Bruna Lombardi e Elisa Lucinda. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    A reprise do show de Madonna no Rio

    Se você passou os últimos dias remoendo rancor por ter perdido o encerramento da turnê comemorativa de 40 anos de carreira da rainha do pop, a apresentação histórica na praia de Copacabana para 1,6 milhão de pessoas, você terá uma segunda chance. Há reprises neste sábado, às 22h30, e neste domingo, às 20h, no Globoplay e no Multishow. Com participações de Pabllo Vittar e Anitta, além de tocantes homenagens ao Brasil. (Amauri Terto)

  • Ouvir |
    “Hasta El Final”, a despedida de Francisco, El Hombre

    Parece ironia começar um álbum de despedida com uma música intitulada "vai começar o show! merda!", já que a banda se prepara para uma pausa sem previsão de retorno. Em português e espanhol, o quinteto ressalta em “Hasta El Final” a pluralidade dos países latinos americanos e ressalta os resquícios de um continente explorado na colonização: racismo e desigualdade social. (Emilly Gondim)

  • Ler |
    Os efeitos do perfeccionismo em “A Armadilha da Perfeição”

    Já se sentiu exausto por querer fazer algo cada vez melhor? O inglês Thomas Curran, doutor em psicologia e professor de Ciências Psicológicas e Comportamentais na London School of Economics, escreve no lançamento da editora Fontanar sobre a exaustão que pode envolver buscar a perfeição em tudo, um caminho certo para o burn-out. A parte mais valiosa, no entanto, é que nos mostra como resistir às pressões para sermos #semdefeitos. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Teatro de Brasília nos palcos do Rio

    Até o dia 26 de maio, a 22ª edição do Festival do Teatro Brasileiro promove uma espécie de intercâmbio artístico teatral no solo do Rio de Janeiro. Serão 12 espetáculos cênicos produzidos por companhias de Brasília e apresentados nos teatros Poeira e Poeirinha, no bairro de Botafogo. Além de encenações de teatro adulto, peça para bebês, apresentações de circo e dança, também haverá oficinas variadas de artes cênicas. (Leonardo Neiva)

    02 de Maio de 2024
  • Ir |
    Alejandro Zambra no Festival Serrote, em SP

    Um dos principais autores da literatura latino-americana contemporânea, o chileno Alejandro Zambra participa da sétima edição do festival realizado pela revista de ensaios do Instituto Moreira Salles. Em 3 e 4/5 no IMS Paulista, o evento gratuito, que também reúne nomes como Mário Medeiros, sociólogo, e Triscila Oliveira, coautora da HQ “Confinada”, coloca em foco as literaturas periféricas e narrativas de experiências negras. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    “Um Defeito de Cor”, no Sesc Pinheiros, em SP

    Após temporadas no Rio e em Salvador, a exposição chega a SP com mais 370 obras de mais de 100 artistas do Brasil e do continente africano. Inspirada no premiado romance histórico de Ana Maria Gonçalves, de 2006, a mostra oferece uma visão multifacetada de momentos históricos e recortes sociais do Brasil. No Sesc Pinheiros, há novidades como os figurinos e croquis das fantasias da Portela, que se inspirou no livro para o samba-enredo de 2024. Até 1/12. (Amauri Terto)

  • Ler |
    Uma crítica à violência midiática em “Os Superstars da Cadeia”

    Após a excelente estreia com os contos de “Friday Black”, Nana Kwame Adjei-Brenyah lança seu elogiado romance de estreia “Os Superstars da Cadeia” (Fósforo, 2024). Com os dois pés na ficção científica e especulativa, o livro pré-selecionado ao National Book Award acompanha duas presidiárias transformadas em gladiadoras num reality show sangrento e sensacionalista, numa crítica mordaz ao sistema prisional e aos circos midiáticos. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    Oito décadas em “Verissimo”

    Perto de completar 80 anos, o cronista e humorista gaúcho Luís Fernando Veríssimo presta cada vez mais atenção à movimentação ao seu redor. É essa aproximação de um marco na vida de um dos maiores escritores brasileiros que acompanhamos no documentário “Verissimo”, da seleção oficial do festival É Tudo Verdade. Conforme a data se aproxima, ele também reflete constantemente sobre a vida com humor e uma dose de melancolia. (Leonardo Neiva)

  • Fazer |
    Mistérios a serem desvendados em “Murdle”

    Se você era fã do jogo Detetive e ama Agatha Christie, já pode dar uma de Hercule Poirot com o best-seller “Murdle — Volume 1” (Intrínseca), de G.T. Karber, que traz cem enigmas de mistério curtos e divertidos capaz de envolver de crianças a adultos. São criptogramas, depoimentos de testemunhas e pistas que ficam cada vez mais complexas à medida que se avança no livro. Febre absoluta no Reino Unido, é capaz de absorver crianças de 10 anos e fazê-las esquecer que videogame existe. (Isabelle Moreira Lima)

    25 de Abril de 2024
  • Assistir |
    “Bebê Rena”, a série do momento na Netflix

    Uma stalker e um homem com uma série de questões psicológicas não resolvidas entram num bar. O que acontece a partir daí é uma longa relação, explorada de forma profunda e complexa em “Bebê Rena”, minissérie da Netflix que vem angariando elogios do público e da crítica. Baseada na experiência pessoal do criador e ator principal Richard Gadd, a narrativa passa do riso ao choque com uma naturalidade angustiante. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    “Cadernos Negros”, do coletivo cultural Quilombhoje Literatura

    A produção lançada anualmente foi criada em 1978 pelos escritores Cuti e Hugo Ferreira para funcionar como uma vitrine da literatura negra e para revelar novos escritores. A atual edição, de coordenação de Márcio Barbosa e Esmeralda Ribeiro, reúne poemas de 56 autores afro-brasileiros de diferentes estados do país e está disponível para compra por R$60 no site da Quilombhoje, assim como as edições anteriores. (Emilly Gondim)

  • Assistir |
    A melancolia fantástica de “La Chimera”, de Alice Rohrwacher

    Fantasia, melancolia e comédia. Tem uma pitada de cada coisa no belo novo filme da cineasta italiana Alice Rohrwacher ("Lazzaro Felice"), "La Chimera", em cartaz nos cinemas. A partir da história de um grupo que vive de saquear túmulos na Toscana atrás de relíquias etruscas, acompanhamos as quimeras de vários personagens interessantes, como o tristonho Arthur (Josh O’Connor) e a divertida e doce Itália (Carol Duarte). (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    O novo álbum de St. Vincent

    Pelas três faixas já liberadas de “All Born Screaming”, que será lançado nesta sexta (26), tem-se certeza de que é o projeto de Annie Clark em seu melhor, devemos ficar de olho: “Broken Man” traz uma guitarra tão viva que parece que o rock ainda vive seu auge; “Flea” traz uma vibe nostálgica 90s-2000s, meio Nine Inch Nails; e “Big Time Nothing é para ouvir nas alturas com fones e se arrepiar com os vocais. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Obras do gaúcho João Bez Batti ganham mostra em São Paulo

    Esculturas em basalto, bronze, madeira e cerâmica que o artista gaúcho criou em 50 anos de produção podem ser vistas numa mostra na Galeria Marcelo Guarnieri, em São Paulo. A exposição reúne obras que reforçam a conexão do artista com o universo mineral, relação construída desde a infância, ao brincar às margens do rio Taquari recolhendo fragmentos de pedras e observando suas formas moldadas pela água. Até 24/5. (Ana Elisa Faria)

    18 de Abril de 2024
  • Assistir |
    A nova minissérie de Park Chan-wook com Robert Downey Jr.

    Em “O Simpatizante”, um espião comunista busca refúgio nos EUA após o fim da Guerra do Vietnã, até ver seu passado voltar para assombrá-lo. Criada por Park Chan-wook, de “Old Boy” e “A Criada”, a produção é uma parceria da HBO com a A24 e é baseada no livro homônimo de Viet Thanh Nguyen. Robert Downey Jr., Sandra Oh e Hoa Xuande estão no elenco e o brasileiro Fernando Meirelles dirige um dos episódios. Na MAX. (Daniel Vila Nova)

  • Ir |
    Lauryn Hill, YG Marley, Wyclef Jean e outros nos 50 anos do Chic Show

    Nesta segunda (22), começam a ser vendidos os ingressos para a comemoração das cinco décadas dos bailes fundamentais do movimento da música negra em SP. O revival será realizado em 13/7 no mesmo endereço que abrigava o Chic Show, o antigo Palestra Itália/atual Allianz Parque. O line-up de peso tem Mano Brown, Criolo, Rael, Sandra de Sá e os DJs residentes que fizeram história, Luciano, Grandmaster Ney e Preto Faria. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    O novo livro de Valter Hugo Mãe

    É o amor extremo que move a vida dos irmãos protagonistas de “Deus na Escuridão” (Biblioteca Azul, 2024), livro mais recente do autor português. Vivendo no alto de uma rocha na Ilha da Madeira, o primogênito assume com alegria a tarefa de cuidar do caçula, nascido com uma condição física incomum. Com prefácio do músico Rodrigo Amarante e do professor Carlos Reis, a obra é um manifesto comovente sobre lealdade e resiliência. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    Os abusos nos bastidores da Nickelodeon

    Depois de causar um burburinho e chocar os EUA, a série documental "O Lado Sombrio da TV Infantil" chega ao Brasil pela Max. A produção expõe os bastidores tóxicos, abusivos e traumatizantes de famosos programas infantojuvenis da Nickelodeon nas décadas de 1990 e 2000, muitos deles roteirizados e produzidos por Dan Schneider, acusado de, entre outras coisas, sexualizar estrelas mirins do canal. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    Thiago Honório na Biblioteca Mário de Andrade

    Com curadoria de Lilia Schwarcz, “Leituras” celebra os 20 anos de carreira do artista mineiro. Com 18 obras, a mostra busca evidenciar a visão de Honório sobre o livro ser “substância inflamável”. Até 16/06. Também na biblioteca, é possível conferir a exposição “Sob o Céu, Sobre o Chão: O Centro de São Paulo”, com 50 fotografias em P&B de Ale Ruaro. A curadoria é de Gabriela Longman. (Emilly Gondim)

    11 de Abril de 2024
  • Ouvir |
    O retorno do podcast “Vinte Mil Léguas”

    Após um hiato de dois anos, o podcast sobre ciência e livros, realizado pela Livraria Megafauna em parceria com o Serrapilheira, volta para sua terceira temporada. Dedicada a Galileu Galilei, ao telescópio, aos astros, aos pêndulos e ao movimento, a nova coleção de episódios, apresentados pelas escritoras Leda Cartum e Sofia Nestrovski, vai ao ar sempre às segundas-feiras. O primeiro deles já está disponível. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    A juventude de Chico Buarque pelos olhos da irmã

    A infância e a adolescência de um dos maiores compositores da música brasileira é relembrada por Ana de Hollanda, ex-ministra da Cultura e uma das irmãs mais novas do cantor, em um depoimento à revista Piauí. Ela rememora seu jeito reservado, suas primeiras composições e a importância da música na casa da Rua Buri, no Pacaembu, onde os sete filhos de Sérgio Buarque de Holanda moraram entre as décadas de 50 e 60. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    A segunda temporada de “Justiça”

    A série de Manuela Dias chega ao Globoplay nesta quinta-feira (11) oito anos após o sucesso da primeira fase. Agora, no lugar de Recife, Brasília e Ceilândia ambientam e são personagens das tramas, que repetem o formato da obra de 2016, com quatro histórias independentes que se interligam de alguma forma por pessoas (Juan Paiva, Murilo Benício, Belize Pombal e Nanda Costa) que precisam retomar a vida após a prisão. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    A Amazônia e os povos indígenas por Claudia Andujar e George Love

    George Love e Claudia Andujar marcaram a história da fotografia no Brasil com sua rica produção artística sobre a Amazônia e os povos indígenas. Os fotógrafos, ele americano e ela suíça, se apaixonaram pelo Brasil. Duas exposições em São Paulo, cada uma dedicada a um dos artistas, exploram o rico legado de ambos: no MAM, "George Love: Além do Tempo", e no Itaú Cultural, “Claudia Andujar – Cosmovisão”. Ambas as exposições já podem ser visitadas de terça a domingo. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    Festival Sesc Melhores Filmes

    O Cinesesc está realizando a 50ª edição do festival que elege os melhores filmes em categorias diversas com votação do público e de especialistas. Paralela à premiação, apresenta uma programação que inclui títulos como “Só Tinha de Ser com Você” e “Pearl”, entre outros, com audiodescrição, legendas e libras. O programa dura até 24/4, tanto presencialmente, quanto online no Sesc Digital. (Emilly Gondim)

    04 de Abril de 2024
  • Assistir |
    Uma nova adaptação de “O Talentoso Ripley” com Andrew Scott

    Um dos trambiqueiros mais famosos do cinema e da literatura está de volta. Dessa vez, Andrew Scott é Tom Ripley, um golpista sedutor que, ao enganar um poderoso herdeiro na Itália, se vê obrigado a criar uma trama de mentiras e golpes para usufruir da vida boa que o dinheiro pode oferecer. A série da Netflix, que já está disponível no streaming, foi criada por Steven Zaillian, roteirista responsável por “A Lista de Schindler” e “Gangues de Nova York”. (Daniel Vila Nova)

  • Ouvir |
    Novas versões de clássicos do rap em “Sabotage 50”

    O projeto que reúne homenagens aos 50 anos do rapper, idealizado por seus filhos Tamires Rocha e Wanderson “Sabotinha” do Santos, chega ao ápice com o lançamento do álbum "Sabotage 50", disponibilizado nas plataformas de áudio em 3/4, data de seu aniversário. O disco reúne nomes da nova geração do rap nacional, como Don L, N.I.N.A, Djonga, Bivolt e BK, para releituras de canções clássicas como “O Rap É Compromisso” e “Mun Rá”. (Vitor Romenior)

  • Fazer |
    Receitas para a cesta básica, no Youtube do Panelinha

    Rita Lobo anunciou o melhor unboxing deste ano, o da nova cesta básica brasileira, que agora exclui os ultraprocessados de sua lista. Era apenas um teaser para seu novo projeto, uma série de vídeos em que ensina receitas com cada grupo alimentar batizada “Da Cesta ao Prato”, e que vai ao ar às segundas, quartas e sextas de abril no canal do Paneliha no YouTube. O primeiro deles fala sobre as leguminosas e ensina receitas com feijão. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    A visão de Heloisa Starling sobre o golpe de 1964 no “Roda Viva”

    "A vitória da democracia foi por um triz", diz a historiadora Heloisa Starling, convidada da semana do "Roda Viva" (TV Cultura), em resposta à pergunta de uma das entrevistadoras, a diretora-geral da Gama, Paula Miraglia, sobre o estado atual da democracia brasileira. No programa, que marcou os 60 anos do início da ditadura militar, Starling analisa o golpe de 1964, fala sobre as Forças Armadas e reflete sobre o Brasil nos últimos anos. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    Uma comédia feminista sobre carreira, sexo e amor

    Elogiado por Zadie Smith, o romance de estreia da escritora irlandesa Naoise Dolan, “Tempos Interessantes” ( yiné, 2024), é uma comédia feminista e cínica. Do trabalho mal remunerado que detesta ao aluguel exorbitante num apartamento compartilhado, a protagonista lida com uma série de desafios em sua mudança da Irlanda para Hong Kong. Sobretudo, o dilema de escolher entre o sexo confortável e o amor mal expressado. (Leonardo Neiva)

    28 de Março de 2024
  • Assistir |
    A trajetória do Clube da Esquina

    Um grupo de amigos que se reunia nas ruas de Belo Horizonte para tocar e compor juntos. Foi assim que nomes como Milton Nascimento, Lô Borges e Beto Guedes formaram um dos movimentos mais influentes da música brasileira. E é a história que conta o documentário “Nada Será Como Antes”, de Ana Rieper, que acaba de estrear nos cinemas, com entrevistas de alguns dos grandes ícones do supergrupo mineiro. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    O podcast “A Ditadura Recontada” da CBN

    A partir de mais de 200 horas de áudios históricos do jornalista Elio Gaspari, a rádio lança a série documental em podcast que reconta pontos fundamentais da ditadura militar brasileira, do golpe em 1964 ao AI-5, da tortura à redemocratização. Entre os pontos altos, a gravação em que o então ditador Ernesto Geisel (1907-1996) afirma que os presos da luta armada eram mortos depois de capturados: "Esse troço de matar é uma barbaridade, mas acho que tem que ser". (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    O encontro da obra de Carmela Gross com a arquitetura de Lina Bo Bardi

    Um panorama da carreira de Carmela Gross está em cartaz no Sesc Pompeia até 25 de agosto na mostra gratuita "Quase Circo". Conhecida por realizar obras em grande escala que conversam com espaços urbanos, a artista visual paulistana expõe 14 trabalhos emblemáticos — como "Roda Gigante" (2019), "Escadas Vermelhas" (2024) E "Rio Madeira" (1990) — que dialogam com a arquitetura de Lina Bo Bardi. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    O novo álbum de Tierra Whack

    Cinco anos após o seu aclamado álbum de estreia, a rapper norte-americana retorna ao mundo da música com “World Wide Whack”. Ao longo do novo disco, a persona cartunesca de Whack explora temas mais sombrios do que em seu primeiro trabalho. Suicídio, depressão, fama e isolamento são cantados em diferentes gêneros musicais e estilos de flow, mas sempre com o característico humor negro e provocativo da artista. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    A primeira mulher a dirigir um filme no Mubi

    O streaming traz três obras importantes da francesa Alice Guy-Blaché (1873-1968), pioneira no cinema. São dois curta-metragens: “O Cair da Folha” (1912), que aborda uma tentativa infantil de parar o tempo na intenção de aproveitar a vida com o pai; e “A Garota na Poltrona” (1912), que retrata a descoberta do amor de uma donzela desafortunada. Além desses, também chega “A Órfã do Oceano” (1916), a versão feminista do mito grego Pigmalião. (Emilly Gondim)

    21 de Março de 2024
  • Ouvir |
    O podcast “Clodovil do Avesso”, da Elle Brasil

    No primeiro episódio do podcast sobre Clodovil Hernandes (1937-2009) acompanhamos a infância no interior paulista do menino estudioso, com dotes para a costura e mão para o desenho. Na vida adulta, apesar dos embates com o movimento gay, Clodovil foi um dos primeiros homens a se declarar homossexual publicamente. Essas e outras contradições estarão nos episódios seguintes que, por meio de entrevistas e pesquisa de áudio, vão acompanhar o apresentador e costureiro até a chegada em Brasília, como deputado federal. (Luara Calvi Anic)

  • Ler |
    Clarice Lispector pelo olhar de outros autores

    Clarice Lispector é uma autora que sempre cativou, seja por seu legado literário ou pela personalidade única. Em “Clarice na Memória de Outros” (Autêntica, 2024), Nádia Battella Gotlib, uma das maiores especialistas na escritora, faz um mosaico de recordações de Clarice. Com textos de nomes como Chico Buarque, Lygia Fagundes Telles e Nélida Piñon, o livro cria uma rica colagem de recordações sobre essa mulher multifacetada. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    A verve queer de Francis Bacon no Masp

    Um dos grandes pintores do século 20, o irlandês Francis Bacon (1909-1992), nome que revolucionou a forma de retratar a figura humana com um surrealismo biomórfico, ganha uma exposição no Masp a partir desta sexta-feira (22). "Francis Bacon: A Beleza da Carne", que fica em cartaz até 28 de julho, coloca um foco queer na obra do artista, reunindo 23 pinturas que nos mostram violência, excitação, erotismo e relações homoafetivas. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    O legado de Liana Padilha, do NoPorn

    Ícone da noite paulistana e precursora da cena eletrônica no Brasil, Liana Padilha morreu nesta quarta-feira (20), aos 60 anos, em São Paulo. A cantora marcou as pistas de dança pelas quais passou com sua banda NoPorn, responsável por sucessos como “Baile de Peruas”, “Xingu” e “Cavalo”. Para celebrar a memória de Liana, Gama recomenda o primeiro álbum do duo, “Noporn” e o último, “ADORO DJs”. (Daniel Vila Nova)

  • Ir |
    Colagens de Zé Vicente no Espaço Caboco, em São Paulo

    Corpos estranhos e retorcidos, compostos de órgãos e membros sobrepostos e, ainda, com objetos anexados estão na mostra Carapaças, do artista visual paulistano Zé Vicente, que passeia pelas fronteiras da colagem, assemblage e escultura. Seis composições, algumas gigantes, sugerem as carapaças que nomeiam a mostra e que podem ser vistas como personagens a partir da subjetividade de quem as observa. De 23/3 a 13/4. (Isabelle Moreira Lima)

    14 de Março de 2024
  • Assistir |
    A versão para TV de “Mr. and Mrs. Smith”

    A velha fórmula de assassinos que têm que fingir ser um casal para realizar suas missões foi atualizada com mais diversidade. A série da Prime traz como protagonistas os excelentes Donald Glover (“Atlanta”) e Maya Erskine (“Obi-Wan Kenobi”), que quase explodem de tanto sex-appeal. Difícil controlar a ansiedade e não maratonar ao ver as participações especiais: de John Turturro a Alexander Skarsgård, passando por Wagner Moura. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    “Bem-Comportadas”: mulheres e as amarradas do pecado

    O que os sete pecados capitais têm a ver com as mulheres? É a forma como, sem perceber, muitas delas acabam internalizando regras morais opressoras baseadas em pecados como a preguiça e a gula que a escritora estadunidense Elise Loehnen explora em “Bem-Comportadas” (Sextante, 2024). Best-seller do The New York Times, o livro faz uma vasta pesquisa histórica para mostrar caminhos de libertação dessas amarras. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    A volta do podcast “Foro de Teresina”

    Um dos podcasts de política mais queridinhos do Brasil, o “Foro de Teresina” retorna aos tocadores nesta sexta-feira (15) após uma pausa de quase cinco meses. Apresentado pelo jornalista Fernando de Barros e Silva, o programa retorna reformulado, com dois novos membros fixos na bancada — a repórter da piauí Ana Clara Costa e o cientista político Celso Rocha de Barros —, mas mantendo quadros clássicos como o famoso Kinder Ovo. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    Paul Mescal e Andrew Scott em “Todos Nós Desconhecidos”

    Após se apaixonar por um vizinho misterioso (Paul Mescal), o solitário escritor Adam (Andrew Scott) passa a reexaminar o próprio passado. Ao visitar a casa onde cresceu, o autor reencontra seus pais – que morreram há mais de 30 anos – vivendo como se nada tivesse ocorrido. Baseado na obra do escritor japonês Taichi Yamada, o longa flerta com o surrealismo e conta uma melancólica história sobre memória, pertencimento e solidão. (Daniel Vila Nova)

  • Ir |
    “Água Pantanal Fogo”, no Instituto Tomie Ohtake

    A exposição, que reúne imagens do Pantanal captadas por dois grandes fotodocumentaristas brasileiros, impressiona pelo contraste entre vida e morte. Enquanto a obra de Luciano Candisani revela a exuberância de rios e lagos da maior planície inundável do planeta, a de Lalo de Almeida testemunha a tragédia dos incêndios que consumiram o bioma em 2020. (Flávia Mantovani)

    07 de Março de 2024
  • Ir |
    “Lygia Clark: Projeto para um planeta”, na Pinacoteca

    A mostra é uma chance de ver de perto o legado deixado por uma das maiores artistas brasileiras do século 20. Sete galerias foram ocupadas por mais de 150 obras produzidas por Lygia em mais de 30 anos de carreira. Entre elas, 20 esculturas da famosa série Bichos, reunidas pela primeira vez em mais de uma década, e a remontagem em grande escala da obra “Maquete para Interior nº3”. Deve ser uma das grandes exposições do ano. Até 4/8. (Flávia Mantovani)

  • Assistir |
    A sátira “Ficção Americana”, que disputa cinco estatuetas do Oscar

    Frustrado com a hipocrisia do mercado literário que, querendo amenizar a culpa branca pelo racismo, acaba por lucrar com obras rasas que retratam os negros de forma estereotipada, um escritor (Jeffrey Wright) cria um pseudonimo e lança um livro irônico, cheio de clichês, que surpreendentemente — ou não —, faz sucesso. Disponível no Prime Video, o longa de estreia do roteirista Cord Jefferson disputa cinco estatuetas do Oscar, incluindo a de melhor filme. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    “Dias Perfeitos”, de Wim Wenders

    Um faxineiro japonês viaja diariamente de banheiro a banheiro, limpando a cidade de Tóquio. A premissa do longa, que não parece muito interessante à primeira vista, transforma-se em uma bonita reflexão sobre a vida, a rotina e a felicidade pelas lentes de Wenders. Estrelado por Koji Yakusho, que ganhou o prêmio de Melhor Ator em Cannes, o filme está disponível nos cinemas brasileiros e no Mubi. (Daniel Vila Nova)

  • Fazer |
    Curso sobre educação e arte antirracista no Masp

    O projeto Masp Escola está com as inscrições abertas para o curso online “Entre a Universidade e a Escola: Diálogos para uma arte e educação insurgente e antirracista”. O objetivo é promover um pensamento artístico decolonial e compartilhar estratégias pedagógicas de combate ao racismo. As aulas começarão no sábado (9), às 10h e devem se estender até o fim do mês. Com coordenação de Clarissa Suzuki, as vagas são limitadas. (Emilly Gondim)

  • Ir |
    Marilene Felinto e Eliana Alves Cruz no CCBB do Rio

    As duas autoras discutem se literatura tem cor e gênero no evento que marca o mês da Mulher no Clube de Leitura do Centro Cultural Banco do Brasil, do Rio de Janeiro. Felinto, que é colunista da Gama, foi escolhida em votação no Instagram da instituição, em que “As Mulheres de Tijucopapo” (Ubu Editora, 2021) está entre os mais votados. O debate será realizado na quarta (13), às 17h30, com participação da poeta Viviane Mosé. Grátis. (Emilly Gondim)

    29 de Fevereiro de 2024
  • Ler |
    Branca Vianna faz a “Anatomia de uma Outra Queda”

    Na revista Quatro Cinco Um, a fundadora da Radio Novelo, Branca Vianna, escreve sobre “a dinâmica de poder em um casal heterossexual”. Inspirada no filme “Anatomia de uma Queda”, indicado ao Oscar, aqui ela fala da morte de uma mulher, a artista visual cubana Ana Mendieta, que aos 36 anos caiu do apartamento em que vivia depois de discutir com o marido, o escultor americano Carl Andre, em 1985. “Mais do que culpa ou inocência, (…) é sobre essa dinâmica que precisamos refletir.” (Isabelle Moreira Lima)

  • Ouvir |
    Camila Fremder e Bookster em “E os Namoradinhos?”

    A escritora e podcaster Camila Fremder e o influencer literário e também escritor Pedro Pacífico, o Bookster, acabam de firmar uma parceria. O resultado é o novo podcast em que a dupla comenta histórias e “causos” enviados pelos ouvintes. O podcast, que já está entre os mais ouvidos do Spotify, traz à tona questões de relacionamentos, fofocas e tretas familiares, sempre de forma bem-humorada. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    Playlist de Caetano em Outras Línguas

    A recém-lançada versão de Caetano para a canção francesa "La Mer", gravada especialmente para o documentário "Une famille", segue um hábito antigo do artista de explorar outros idiomas em gravações. Na carona desse lançamento, o Spotify elaborou uma playlist dedicada às muitas versões em inglês, francês, espanhol e italiano que marcaram a trajetória do cantor. Destaque para clássicos de Stevie Wonder e Bob Dylan. (Isabela Durão)

  • Assistir |
    Chalamet e Zendaya em “Duna 2”

    Uma guerra santa pela terra prometida, um messias que nega o próprio destino e batalhas sanguinárias. “Duna 2” traz mais cenas de combate e se aprofunda em assuntos sensíveis do nosso mundo de guerras desenfreadas, longe da lentidão da primeira parte. Aos fãs, a pré-estreia revelou uma participação escondida de Anya Taylor-Joy nesta sequência da ficção científica estrelada por Timothée Chalamet e Zendaya. Já está nos cinemas brasileiros. (Emilly Gondim)

  • Ler |
    “Negros na Piscina”, raça e arte contemporânea

    Raça, arte, educação e estrutura institucional são os temas colocados no centro do debate em "Negros na Piscina: Arte Contemporânea, Curadoria e Educação" (Fósforo, 2024), livro organizado pela curadora, escritora e pesquisadora Diane Lima. Na obra, 37 autores refletem, em textos, conversas, análises e projetos expositivos, sobre ausências e presenças de artistas e curadores negros e indígenas em instituições artísticas. (Ana Elisa Faria)

    22 de Fevereiro de 2024
  • Assistir |
    “Levante”, filme nacional sobre aborto, premiado em Cannes

    A jovem Sofia vê no vôlei uma forma de deixar o cotidiano difícil que vive na periferia de São Paulo. Mas, ao receber uma bolsa para estudar no exterior, descobre que está grávida. É em sua decisão de abortar que se centra “Levante”, longa que acaba de estrear nos cinemas, além da pressão social para impedi-la de seguir o caminho que escolheu. Com Rômulo Braga e Ayomi Domenica no papel de Sofia, o filme foi premiado em Cannes. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    Histórias da diversidade LGBTQIA+ no Masp

    O museu anuncia que sua programação de 2024 será dedicada à diversidade LGBTQIAP+ e inaugura a série com duas mostras. Em “Gran Fury: Arte não é o bastante”, cartazes do coletivo ativista Gran Fury que conscientizavam sobre a AIDS/HIV e denunciavam negligência à doença por parte do governo dos EUA entre 1980 e 1990. Já na sala de vídeo, três performances de Masi Mamani, que dá vida a Bartolina Xixa, uma drag queen que faz referências à líder do povo indígena aymara Bartolina Sisa Vargas. (Emilly Gondim)

  • Ouvir |
    Encontros ruins no novo single de Dua Lipa

    “Training Season” é um pop bem chiclete que estará no próximo álbum de estúdio da cantora e que aborda a eterna pergunta dos solteiros: “será que um dia acharei alguém bom para amar?”. O clipe e a canção já estão disponíveis ao público e parecem ter surtido efeito na vida da cantora, que assumiu um novo relacionamento amoroso nesta semana. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    A animação “O Menino e a Garça”, de Hayao Miyazaki

    Hayao Miyazaki, mestre japonês da animação, responsável por clássicos como "Meu Amigo Totoro" (1988) e "A Viagem de Chihiro" (2001), volta ao cinema após dez anos com um filme já premiado no Globo de Ouro e indicado ao Oscar. Baseado na infância do diretor, o longa do Studio Ghibli acompanha o garoto Mahito, que se muda de Tóquio para o campo após perder a mãe durante a Segunda Guerra Mundial e, lá, se depara com um mundo paralelo fantástico. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    O livro “Um Dia”, para morrer de chorar

    Se a série da Netflix te pegou, você não viu nada: o texto original de David Nicholls pode causar até desidratação com sua incrível capacidade de fazer verter lágrimas. Para quem não foi apresentado ainda a Dexter Mayhew e Emma Morley, os dois se conheceram em 1988 e passaram os 20 anos seguintes entre idas e vindas. O livro conta de forma sensível e pop uma história que podia ser de qualquer um de nós. (Isabelle Moreira Lima)

    15 de Fevereiro de 2024
  • Assistir |
    A temporada final de “Bom Dia, Verônica”

    A tríade de vilões doentios da série policial protagonizada por Tainá Müller na Netflix acaba de ficar completa com a chegada do mais temível deles, Jerônimo, interpretado por Rodrigo Santoro (excelente no papel). Em três episódios, a derradeira temporada, a caçada final anunciada pelo subtítulo, encerra a saga de Verônica em busca de desmantelar uma organização criminosa que tem como pilares de sustentação a polícia, a religião e o poderio econômico. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    Os sambas-enredos das escolas do Rio e de SP

    O Carnaval oficialmente passou, mas os temas, as histórias e as melodias trazidas pelas escolas de samba em seus sambas-enredos seguem conosco. Os do Rio, que contam a história do Almirante Negro e o fascínio do caju, entre outras, estão reunidos nesta playlist. Já os de São Paulo, que trazem até a história do hip hop no Brasil, nesta aqui. Vale de trilha para um pequeno Carnaval com os amigos ou até para dar um gás na faxina de casa. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    “Um Defeito de Cor”, livro que virou samba da Portela

    O sucesso da Portela no Carnaval deste ano teve também impacto literário. Baseado na obra da escritora mineira Ana Maria Gonçalves e com forte discurso antirracista, o enredo da escola tornou “Um Defeito de Cor” (Record, 2022) o livro mais vendido na Amazon. A procura fez o preço da obra disparar e obrigou a editora a correr para repor o estoque. O livro narra a saga de uma africana idosa que viaja ao Brasil em busca do filho perdido. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    “Karaokê Infinito”, no Museu da Língua Portuguesa em SP

    É só chegar ao saguão B e soltar a voz em alguma das canções em português brasileiro, que compõem 100% do catálogo da mostra. A ideia de cantar infinitamente, porém, é limitada pelos horários de funcionamento, das 10h às 17h, de terça a sábado. O ambiente montado pela artista visual gaúcha Manuela Eichner interage com a exposição temporária “Essa Nossa Canção”, que aborda a diversidade da nossa língua. (Emilly Gondim)

  • Ouvir |
    Caroline Polachek e Weyes Blood cantando juntas

    Um ano após o lançamento de “Desire, I Want to Turn Into You”, Caroline Polachek o relança em versão delux com sete novas faixas. Intitulada “Everasking Edition”, a reedição traz a canção “Butterfly Net” em parceria com Weyes Blood. O álbum ainda conta com dois covers dos grupos “Operating Theatre” e “Default Genders”, uma versão acústica de “I Believe” e três músicas inéditas. (Daniel Vila Nova)

    08 de Fevereiro de 2024
  • Assistir |
    O acidente que chocou o mundo em “Sociedade da Neve”

    Você provavelmente já ouviu falar sobre a Tragédia dos Andes, acidente de avião que vitimou 29 pessoas na cordilheira do Chile em 1972, e a história dos seus 16 sobreviventes. A narrativa ganha sua versão definitiva no longa que agora concorre ao Oscar de Melhor Filme Internacional e já está disponível na Netflix. Nele, acompanhamos os dilemas morais enfrentados pelos homens na luta pela sobrevivência. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    Cineastas indicados ao Oscar no streaming

    Conhecer os trabalhos prévios de diretores menos populares (mas muito interessantes) que concorrem ao Oscar é um bom esquenta para quem já assistiu às obras atuais em disputa pela estatueta da categoria. No Mubi, é possível ver "Sibyl" (2019), da francesa Justine Triet. A plataforma disponibiliza ainda três filmes do grego Yorgos Lanthimos, assim como a Netflix, que exibe “A Favorita” (2018), também do realizador. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    “Garrafas ao Mar”, da Rádio Novelo Apresenta

    Qual parte da nossa história deixaremos para o futuro? Essa é a reflexão que permeia o episódio que conta a história da fluminense Alice, que deixou suas marcas, em 1987, em uma edição de “A Mulher Desiludida” (1967), de Simone de Beauvoir; e de uma fita-cassete que traz uma mensagem de amor. Ambas “garrafas” são encontradas por terceiros que buscam encontrar as autoras das mensagens e descobrir o fim de suas histórias. (Emilly Gondim)

  • Assistir |
    A segunda temporada de “Machos Alfa”, na Netflix

    O homem branco heterossexual está perdido. Na ficção, pelo menos, como nos mostra a segunda temporada de “Machos Alfa”, série espanhola da Netflix, que chega à plataforma nesta sexta-feira (9). Ao acompanhar quatro amigos que já entenderam seu novo lugar no mundo, vemos suas desventuras como “aliados das mulheres” e por experiências que são sinais do nosso: do casamento aberto a sessões BDSM. Vale boas risadas. (Isabelle Moreira Lima)

    01 de Fevereiro de 2024
  • Assistir |
    A primeira fase do novelão “Renascer” em maratona

    O remake de um dos clássicos de Benedito Ruy Barbosa, “Renascer”, de 1993, está prestes a se despedir da primeira fase, encerrando com cenas e atuações grandiosas — menções honrosas para Enrique Diaz, Antonio Calloni, Belize Pombal e Fábio Lago — o início da história do fazendeiro José Inocêncio (Humberto Carrão). A partir de segunda-feira (5), vai ao ar na TV Globo a nova etapa da trama. No Globoplay, vale maratonar as duas semanas iniciais. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    Paramore e o álbum tributo a “Stop Making Sense”

    O documentário que acompanha uma turnê musical da banda Talking Heads chega aos 40 anos neste ano com uma homenagem feita pela produtora A24, que remasterizou o filme: um álbum em homenagem à carreira de David Byrne e companhia. Cada faixa é interpretada por um artista diferente de peso como Miley Cyrus, Lorde, entre outros. O primeiro single, “Burning Down The House”, acaba de ser lançado e é interpretado pelo Paramore. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    A temporada final de “Curb Your Enthusiasm”

    Larry David é um gênio, criou uma das séries de comédia mais importantes da história da TV americana, “Seinfeld”. Mas nem por isso ele é um cara legal. Pelo menos não na ficção, como assistimos ao longo de 11 temporadas em 24 anos de “Curb Your Enthusiasm”, a série em que ele é seu próprio personagem e que chega à 12ª no dia 4/2, na HBO Max. Se você nunca a assistiu, vale maratonar e morrer de rir — e até chorar — de constrangimento. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    Uma reportagem da revista Piauí sobre plantas com raízes na escravidão

    No cerrado brasileiro, a proliferação de gramíneas exóticas vem preocupando agricultores e pecuaristas. No entanto, além da terra, as plantas parecem ter raízes fincadas também na história brasileira de exploração e devastação. Ao menos é o que aponta uma reportagem da piauí que explica como a vegetação pode ter chegado ao Brasil em navios de tráfico de pessoas escravizadas, se espalhando graças ao desmatamento na região. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    “Enquanto Você Voava, Eu Criava Raízes” em SP

    Nesta performance, o silêncio das palavras cede espaço a uma narrativa visual em que a dança contemporânea se entrelaça com as artes visuais e o teatro, desafiando a percepção e criando um diálogo sensorial com o público. O premiado espetáculo da companhia franco-brasileira Cia Dos à Deux faz temporada no Teatro Vivo, em São Paulo, às sextas, sábados e domingos até 10/3. (Isabela Durão)

    24 de Janeiro de 2024
  • Ouvir |
    O poder latino em “Orquídeas”, de Kali Uchis

    A promessa era um compilado de músicas com história, sedução e fantasia, sem perder seu toque latino; pode-se dizer que a cantora colombiana conseguiu. Kali Uchis mergulha em diferentes ritmos e estilos musicais da região, enaltecendo o poder feminino e todos os sentimentos que o envolve, e faz de “Orquídeas”, seu sexto álbum, o mais ousado da carreira. Na faixa “Tu Corazón es Mío”, a cantora anuncia a sua primeira gravidez. (Glória Machado)

  • Assistir |
    “Anatomia de uma Queda”, premiado em Cannes e indicado ao Oscar

    O vencedor da Palma de Ouro no último Festival de Cannes chega ao país com cinco indicações ao Oscar. A obra da francesa Justine Triet, que concorre à estatueta de direção, investiga a morte de um homem que vivia numa casa nos Alpes com a esposa e o filho, um garoto com deficiência visual. Cheio de questionamentos (Ele cometeu suicídio? Foi um acidente? Ou um assassinato?), o longa também faz a anatomia de um casamento em crise. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    Romance de Agualusa sobre uma grande rainha africana

    Rainha da região onde hoje se situa Angola, N’Zinga M’Bandi foi senhora dos reinos de Dongo e Matamba, historicamente assolados por guerras e conflitos. É a história dessa rainha africana, reconhecida por sua coragem, inteligência e diplomacia, que o escritor angolano José Eduardo Agualusa explora em “A Rainha Ginga” (Tusquets, 2024), um dos romances mais aclamados do autor, que aborda a relação entre Angola, Brasil e Portugal. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    O romance melancólico “Vidas Passadas”

    Quem nunca imaginou uma vida diferente que se encaminharia depois de algum evento ou decisão alternativa à que tomamos? Este romance melancólico que marca a estreia da dramaturga canadense-coreana Celine Song no cinema e é estrelado pela genial Greta Lee (“The Morning Show”), traz a história de uma mulher adulta e já casada que reencontra seu primeiro amor e se depara com a possibilidade dessa outra vida imaginada. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Emanoel Araújo, Brennand, Tunga e outros na nova Galeria Galatea, em Salvador

    Em 31/1, o espaço é aberto pela primeira vez com a exposição coletiva “Cais”, cuja curadoria é do sócio Tomás Toledo e da diretora Alana Silveira. A mostra conta com 60 artistas nascidos e radicados no Nordeste do país, separados em quatros núcleos: Fantasias de fauna e flora; Geometrias afro-indígenas e brasileiras; Máscaras expandidas e Representações da religiosidade e cultura afro-indígena e brasileira. (Emilly Gondim)

    18 de Janeiro de 2024
  • Assistir |
    “Segredos de um Escândalo”, com Natalie Portman e Julianne Moore

    O novo longa do diretor Todd Haynes, já cotado para o Oscar, traz ambas as estrelas no elenco e acaba de estrear nos cinemas. Um dos principais destaques da atual temporada de premiações, a trama se baseia numa polêmica história real. O filme acompanha os dilemas de uma atriz que precisa interpretar uma mulher que escandalizou a sociedade ao se relacionar e casar com um menor de idade. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    Single novo da Pabllo Vittar com sample de dupla sueca

    Em 1989, a música “Listen to Your Heart” tocava na tela da TV Globo durante a novela “O Sexo dos Anjos”. Décadas depois, a canção do duo Roxette retorna ao Brasil em forma de sample em “Pede Para Eu Ficar”, nova música de Pabllo Vittar. Primeiro single do álbum “Batidão Tropical Vol. 2”, o som é descrito como um “forrozinho romântico”. O novo disco de Vittar aposta na sonoridade do norte do Brasil. (Daniel Vila Nova)

  • Ler |
    “Meditações”, os conselhos sempre atuais de um imperador romano

    Quem assistiu a “Os Rejeitados”, um dos filmes favoritos ao Oscar, já deve ter ouvido falar nas “Meditações”, de Marco Aurélio. Se ficou curioso com o livro que o protagonista viciado em história, interpretado por Paul Giamatti, distribui no Natal, a Penguin acaba de lançar uma nova edição da obra. Desta vez, as reflexões e exercícios espirituais milenares do imperador romano ganham tradução direto do grego por Aldo Dinucci. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    Nanni Moretti volta em “O Melhor Está por Vir”

    Na pele do diretor Giovanni, um homem obstinado, cheio de manias, chato e inconveniente — mas, ainda assim, cativante e engraçado —, o cineasta italiano e também protagonista faz, em seu novo filme, uma homenagem apaixonada pelo cinema. Ao mesmo tempo em que tenta rodar uma trama sobre o Partido Comunista da Itália, o personagem vive uma crise conjugal, briga com a estrela do longa e aproveita para zombar da Netflix. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    Nihoncha: Introdução ao chá japonês, na Japan House São Paulo

    Milenar na cultura japonesa, o chá é tema da exposição que faz um panorama sobre sua produção, cultura e história e traz amostras de variedades da bebida e de utensílios tradicionais e contemporâneos. O grande destaque é a casa de chá Tsuginote Teahouse, projetada pelos arquitetos Kei Atsumi e Nicholas Préaud. São mais de 900 peças feitas a partir de madeira impressas em 3D, que se sustentam sem o uso de cola, pregos ou parafusos. Até 7/4. (Emilly Gondim)

    11 de Janeiro de 2024
  • Ler |
    Os 50 álbuns mais esperados de 2024, segundo o Pitchfork

    Este é um ano de boas promessas para a música e entre os 50 lançamentos mais aguardados estão dois brasileiros: Amaro Freitas, que lança “ Y’Y” em março (do qual já é possível ouvir o single “Encantados”), inspirado na Amazônia; e Anitta, com o primeiro álbum completo desde 2022. Configuram na lista ainda A$AP Rocky, Billie Eilish, Dua Lipa, The Jesus and Mary Chain, MGMT, Sleater-Kinney e Vampire Weekend, entre outros. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    “Os Rejeitados”, dramédia de Alexander Payne, com Paul Giamatti

    É no clima triste do Natal em um internato, onde ninguém gostaria de passar as festas, que se ambienta "Os Rejeitados", de Alexander Payne, diretor de obras como "Nebraska" (2013) e "Os Descendentes" (2011). A dramédia é centrada nos personagens de um professor odiado (Paul Giamatti), um estudante (Dominic Sessa) e uma cozinheira (Da’Vine Joy Randolph) que ficam isolados ali e são obrigados a conviver, compartilhando dores e vazios. (Ana Elisa Faria)

  • Fazer |
    Duas receitas fáceis e deliciosas de peixe da chef Renata Vanzetto

    A chef Renata Vanzetto tem publicado no Instagram receitas deliciosas, fresquinhas e fáceis para o verão. Gama testou e aprovou duas delas, ambas feitas à base de peixe cru, com poucos ingredientes e temperos similares: um salmão com creme azedo e um crudo de atum — este, com as aparas que sobram dos cortes das lâminas finas, dá vida a mais um prato, um bom tartar —, servidos como aperitivos com torradas e pães. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    A nova temporada de “True Detective”, com Jodie Foster

    Em uma pequena cidade no Alasca, uma equipe de cientistas desaparece de forma misteriosa. O caso cai nas mãos da chefe de polícia Liz Danvers (Jodie Foster), que terá de enfrentar conflitos políticos, raciais e um caso antigo não solucionado para desvendar o desaparecimento. Voltando ao terror sobrenatural que fez a primeira temporada um sucesso, “True Detective: Night Country” estreia na HBO Max neste domingo (14). (Daniel Vila Nova)

  • Ir |
    Leonilson e seus contemporâneos na Pinacoteca do CE

    Com 245 obras, a mostra com curadoria de Ricardo Resende e Aline Albuquerque faz um panorama abrangente do trabalho do artista cearense e o põe ao lado de conterrâneos que mantém diálogo artístico como Efímia Meimaridou, Batista Sena, Luiz Hermano, Siegbert Franklin, Zé Tarcísio, Marcus Francisco, Karim Aïnouz e Ricardo Bezerra. Até 26/5 na Pinacoteca do Ceará, que acaba de completar um ano, em Fortaleza (CE). (Isabelle Moreira Lima)

    29 de Dezembro de 2023
  • Assistir |
    “The Last of Us”, nova série distópica da HBO Max

    Inspirada no game homônimo, a produção chegou ao streaming da HBO Max no último domingo (15) e já é um sucesso de crítica. Pedro Pascal (“Narcos”), que vive Joel, e Bella Ramsey (“Game of Thrones”), intérprete de Ellie, integram o elenco. A trama é ambientada em um cenário pós-apocalíptico, duas décadas depois que a pandemia de um fungo transformou os humanos em seres hostis e canibais – espécies de zumbis. Os episódios serão lançados semanalmente na plataforma, aos domingos, às 23h. (Andressa Algave)

  • Ler |
    Um romance em que tudo pode desabar

    A brilhante roteirista e dramaturga francesa Yasmina Reza acaba lançar no Brasil "Felizes os Felizes", pela editora Âyiné. Mais conhecida pelo texto de "Deus da Carnificina", que em 2012 foi lançado como um filme de Roman Polanski, ela agora conta a história de personagens que tem um "talento especial para a infelicidade", como uma atriz embriagada e ciumenta ou um filho possuído por Celine Dion. A tradução é de Mariana Delfini. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    As memórias de Ai Weiwei

    Um mais reconhecidos da atualidade, o artista chinês desfia suas memórias em “Mil Anos de Alegrias e Tristezas” (Companhia das Letras, 2023). Da infância no exílio à descoberta artística e ao ativismo político que acabou por levá-lo a meses de detenção, a autobiografia explora as origens de sua criatividade excepcional. Um livro que percorre os caminhos para a liberdade e contrapõe a trajetória da China moderna à do próprio autor. (Leonardo Neiva)

  • Fazer |
    Um bolo molhado para chocólatras de carteirinha

    “Essa receita de bolo cremoso de chocolate é o máximo e acaba num minuto, mal dá tempo de esfriar, já que ele é maravilhoso ainda quente.” Quem promete essa delícia, sem falsa modéstia, é a autora Heloisa Bacellar, que em seu site ensina como fazer o bolo de chocolate perfeito para chocólatras de plantão. O pulo do gato, segundo ela, é usar o melhor chocolate meio-amargo que puder e um bom cacau em pó para ter mais sabor e aroma. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ouvir |
    Um podcast em tributo à Rita Lee

    Inspirado no livro "Rita Lee: Outra autobiografia" (2023, Globo Livros) chega na próxima semana a todas as plataformas de streaming o podcast homônimo, produzido pela Trovão Mídia em parceria com o Globoplay. O programa é apresentado por Astrid Fontenelle com a participação do editor do livro, Guilherme Samora, que era bem próximo de Rita. Serão cinco episódios, um tributo em áudio à vida e obra de Rita. A partir de 29/5, com novos episódios a cada semana. (Andressa Algave)

    21 de Dezembro de 2023
  • Assistir |
    “Renaissance: A film by Beyoncé”

    Beyoncé é uma força imparável e o mundo é seu baile, dizem os críticos sobre o filme que retrata sua última turnê e que estreia nesta quinta (21) nos cinemas brasileiros. Além de mostrar a força e o baile, “Renaissance” mostra seu trabalho duro durante o tour apontado como gerador de inflação por onde passou (a Suécia, país onde foi lançada, registrou 9,7% em maio, mês do primeiro show, um índice acima do esperado). Um bálsamo para quem ficou frustrado por não vê-la por aqui. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    A retrospectiva 2023 do New York Times

    As imagens que representam 2023, segundo o NYT, são em sua maioria catastróficas e trazem a complexidade de diferentes eventos — de guerras às consequências das mudanças climáticas. Vemos muitas crianças em meio a tragédias. Entre os cliques emblemáticos, destaque para o que traz uma ucraniana com o rosto repleto de suturas, de Lynsey Addario; e uma imagem em que Gorgeous Femmie performa em homenagem a um dançarino esfaqueado após uma batalha de voguing, de Jutharat Pinyodoonyachet. (Luara Calvi Anic)

  • Assistir |
    “Godzilla Minus One” e o trauma pós-guerra japonês

    Quando Hollywood abraçou o Rei dos Monstros, parte do que tornava Godzilla tão especial e assustador se perdeu. Foi-se o trauma japonês do pós-guerra, chegaram os efeitos especiais estapafúrdios e vazios. Em “Godzilla Minus One”, dirigido por Takashi Yamazaki, a essência do filme de monstro é recuperada em uma produção que retorna aos anos 40 para falar sobre as cicatrizes de guerra nipônicas e os horrores causados pelas duas bombas atômicas. Melancólico, o filme entende que sua força não está no Kaiju, mas sim no drama vivido por seus personagens. (Daniel Vila Nova)

  • Ler |
    Livro inédito de Carolina Maria de Jesus

    A autora de “Quarto de Despejo” narra neste romance os impactos da desigualdade social que atravessa a história de amor e desilusão entre dois jovens, numa reflexão sobre a liberdade. Uma das mais importantes escritoras brasileiras, Carolina Maria de Jesus (1914-1977) possui uma vasta produção literária ainda não publicada. Escrito na década de 1950, “O Escravo” foi extraído diretamente de seu manuscrito original. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    “Ritmo de Natal”, uma comédia romântica natalina tipicamente brasileira

    Funk, Papai Noel, uma porção de tretas, rabanada, amor, humor e macarronese são os ingredientes de "Ritmo de Natal", uma comédia romântica fofinha tipicamente natalina e brasileira. Em cartaz no Globoplay, o filme acompanha a funkeira Mileny (Clara Moneke) e o violinista Dante (Isacque Lopes). Para ficar junto, o casal precisa superar alguns obstáculos: a família amalucada da cantora e a mãe esnobe (Taís Araújo) do músico. (Ana Elisa Faria)

    14 de Dezembro de 2023
  • Assistir |
    “O Mundo Depois de Nós”, com Julia Roberts e Mahershala Ali

    Uma família sai de férias e, de repente, conexões como as de celular e de televisão não funcionam mais. As consequências desse desligamento geral são um mundo em colapso que se mostra capaz de implodir. Com produção de Michelle e Barack Obama, o thriller de Sam Esmail, disponível na Netflix, apresenta uma ideia de apocalipse incomum e traz em suas entrelinhas o racismo velado, nossa dependência da tecnologia e as consequências de uma guerra de narrativas. (Luara Calvi Anic)

  • Ouvir |
    Romances de Annie Ernaux para escutar

    A editora Supersônica acaba de lançar a versão em audiolivro do livro “O Lugar”, da vencedora do Nobel Annie Ernaux, na voz da atriz Isabel Teixeira, de “Pantanal”. Para muitos o romance que levou à consagração da escritora francesa, nele Ernaux se volta à vida do pai e à sua própria relação com a família. Além da obra, também estão disponíveis pela editora versões auditivas de “O Acontecimento” e “O Jovem”. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    O fim de “The Crown”

    Chega nesta quinta-feira (14) à Netflix a segunda parte da temporada final da série que acompanha a família real britânica desde antes da coroação de Elizabeth II, por seis temporadas. Depois de ter sido dominada — assim como foi parte do mundo — pelo carisma de Lady Di, a série agora foca no fim da vida da rainha que atravessou o século 20 no poder e no príncipe William, que sente o peso de seu papel na família e se aproxima de Kate Middleton. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    “Assim Como a Gente”, de Fátima Bernardes, no GNT

    No programa "Assim Como a Gente", do GNT, Fátima Bernardes recebe dois convidados com algo em comum para compartilhar relatos, segredos — tudo sobre um assunto. Com Fábio Assunção e Felipe Camargo, o episódio de 1º de dezembro emocionou por tratar com seriedade, empatia e delicadeza um tema duro, cheio de tabus e fonte de preconceitos e estigmas: a dependência química vivida pelos atores. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    “Tornar-se Orlan” no Sesc Avenida Paulista

    A exposição traz 60 anos de obras da artista francesa a São Paulo. Em 1964, Orlan já fazia nus e ensaios fotográficos para protestar contra os paradigmas sociais e os padrões de beleza. Nos anos 1990, virou tema de debate por suas cirurgias performáticas feitas ao vivo e cujos resultados pareciam não importar: eram apenas meios para questionar os limites natural e artificial do corpo. Até 28/1. (Glória Machado)

    07 de Dezembro de 2023
  • Ouvir |
    A incrível história de Lourenço Mutarelli

    Um acontecimento traumático que durou alguns minutos, no dia em que completou 24 anos, alterou totalmente o curso da vida — e obra — do escritor, ator e quadrinista Lourenço Mutarelli. No episódio "Presentes Inesperados", do podcast Rádio Novelo Apresenta, ele volta àquela noite festiva de mais de três décadas atrás para tentar compreender tudo o que veio depois. Daquelas histórias que não saem da cabeça por dias. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    O valor do arroz e feijão na nova série de Rita Lobo

    No programa "Prato Feito Brasil", a cozinheira e apresentadora Rita Lobo passa por Belém, Salvador, Belo Horizonte e Porto Alegre para mostrar como famílias brasileiras cozinham. Com foco no arroz e feijão de todo dia, o programa mostra que o prato feito é uma refeição balanceada e acessível para a população, em detrimento de ultraprocessados. Com episódios exibidos às sextas, após o Globo Repórter, a série também está no Globoplay. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    Livro de cineasta simboliza morte da mulher “boa”

    Romance de estreia da cineasta paranaense Ana Johann, "História Para Matar a Mulher Boa", pela editora Nós, propõe a morte simbólica de uma mulher comum, que só é considerada "boa" por colocar sempre à frente as necessidades alheias — as do marido abusivo, da filha pequena, dos pais que a criaram num ambiente conservador. Nessa jornada em busca de si mesma, a protagonista questiona sua história para renascer mais consciente de seus desejos. (Dolores Orosco)

  • Ir |
    Filmes de diretoras que marcaram o cinema, na Cinemateca

    A Cinemateca Brasileira, em São Paulo, recebe até 17 de dezembro a mostra Mulheres Pioneiras no Cinema, com obras de cineastas invisibilizadas e esquecidas, apesar da sua contribuição crucial para a linguagem audiovisual. Além da exibição de longas de diretoras como Alice Guy, Lois Weber e Lotte Reiniger, a Cinemateca oferece um curso sobre o tema, abordando pioneiras de diferentes países, como a brasileira Cléo de Verberena. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    Novo programa de entrevistas de Antonio Tabet, o Kibe Loco

    O humorista Antonio Tabet, do canal "Porta dos Fundos", acaba de estrear seu novo programa de entrevistas "Alt Tabet", cuja proposta é explorar os diversos lados dos seus convidados. No primeiro episódio, Diogo Defante se emociona ao falar da morte da mãe, mas também descreve uma orgia com mais de 50 pessoas. João Doria, Paola Carosella e Caio Ribeiro serão os próximos convidados. O programa vai ao ar às quartas, no YouTube do UOL. (Daniel Vila Nova)

    30 de Novembro de 2023
  • Assistir |
    Estreias de cinema premiadas em festivais mundo afora

    Esta semana, chegam às telas filmes que foram destaque nos principais festivais do mundo ao longo do ano. "Folhas de Outono", do finlandês Aki Kaurismäki, faturou nada menos que o Prêmio do Júri em Cannes, enquanto o japonês "Monster", de Hirokazu Kore-Eda ("Assunto de Família"), ficou com melhor roteiro. Na prateleira nacional, tem ainda "Pedágio", de Carolina Markowicz ("Carvão"), premiado no Festival do Rio e eleito melhor filme no Festival de Roma. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    Festival literário com debates sobre memória judaica no Brasil

    Do dia 30 de novembro a 3 de dezembro acontece o 2º Festival Literário do Museu Judaico de São Paulo. A questão "E se eu me esquecer de ti?" sustenta o evento, que traz 12 mesas com convidados nacionais e internacionais para refletir a memória, principalmente do povo judeu em contexto brasileiro. Um dos destaques é o debate "Judeu é branco?", com participação de Cida Bento e Michel Gherman. A curadoria é de Daniel Douek e Rita Palmeira, e a entrada é gratuita. (Emilly Gondim)

  • Ler |
    A cozinha mágica dos vegetais para crianças em “Primeiro Nutrir”

    A introdução alimentar de uma criança pode ser tão emocionante quanto aterrorizante. A chef, professora e consultora Patrícia Helú, autora de "Divina Alquimia" (Companhia de Mesa, 2021), compartilha sua experiência e receitas como a dos dadinhos de arroz e coco, a do pesto cremoso de brócolis e leites vegetais de todo tipo no livro lançado pela Companhia de Mesa. Um compilado de pratos sem carne fáceis e práticos que podem capturar o gosto de toda a família. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ouvir |
    Lembranças de um dia histórico para as escritoras do Brasil

    Os bastidores do encontro histórico registrado na fotografia que marcou a literatura feminina brasileira são narrados por Giovana Madalosso e Sandra Acosta no podcast "Um Grande Dia para as Escritoras". No episódio "A explosão do movimento e tudo o que veio depois", 24 autoras relembram os dias 11 e 12 de junho de 2022 e debatem quando uma mulher pode se considerar escritora. Um bonito retrato, descreve Madalosso, "de transformação pelo coletivo". (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    Angélica como você nunca viu antes

    Aos 50 anos de idade, Angélica decidiu falar sobre a sua vida e carreira como nunca fez antes. O programa "Angélica: 50 e Tanto", disponível no Globoplay, relembra a trajetória de uma das mais importantes apresentadoras da TV brasileira, contando com revelações bombásticas e participações ilustres de figuras como Xuxa, Eliana, Ivete Sangalo, Anitta e Maísa. Ao longo de cinco episódios, a artista relembra os desafios, o machismo, as conquistas e as dificuldades enfrentadas ao longo de sua trajetória. (Daniel Vila Nova)

    23 de Novembro de 2023
  • Ir |
    Ciclo de Debates Gama na Flip

    A revista está na 21ª edição da Festa Literária Internacional de Paraty, na Casa Sete Selos+ (rua da Matriz, nº 107, centro histórico). Na sexta (24), os jornalistas Gabriela Biló, Cristiano Botafogo e Pedro Inoue debatem “Jornalismo, ativismo e as conversas possíveis sobre política”, com a mediação de Paula Miraglia, publisher e diretora geral da Gama Revista. No sábado (25), a psicanalista Vera Iaconelli e a pesquisadora Hanna Cibele Limulja conversam sobre “Sonho – Uma dimensão social”. Luara Calvi Anic será a mediadora. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    O Napoleão Bonaparte de Joaquin Phoenix e Ridley Scott

    Grande estreia da semana nos cinemas, o novo épico do diretor Ridley Scott, “Napoleão” — em breve, o filme também chega à Apple TV+ —, traz Joaquin Phoenix na pele da figura do controverso líder militar francês. O longa faz um retrato das origens do imperador da França, ao mesmo tempo em que foca o conturbado relacionamento amoroso de Bonaparte com a esposa, Josephine, vivida por Vanessa Kirby. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    Os novos ares de André 3000

    Membro da lendária dupla de rap OutKast, André 3000 acaba de lançar seu primeiro álbum solo aos 48 anos. Mas "New Blue Sun" não é um disco de rap. Depois de anos colaborando com nomes como Beyoncé, Future e Kanye West, André oferece uma hora e meia de música instrumental minimalista, em que toca diversos instrumentos de sopro. Um prato cheio para rappers em busca de novos samples, ou para quem quer apenas relaxar e ouvir um pouco de flauta. (Isabela Durão)

  • Ir |
    O festival ZUM

    O IMS, em parceria com a revista ZUM, realiza o festival que celebra a fotografia e a cultura visual contemporânea brasileira. Com entrada gratuita, o evento conta com debates, oficinas, exposições e feira de fotolivros. Entre os destaques, uma ação com a artista Glicéria Tupinambá e o manto tupinambá e uma conversa entre a funkeira Deize Tigrona e a rapper Jup do Bairro sobre o protagonismo feminino na música. Em SP, neste fim de semana (25 e 26). (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    A voz das crianças em “O Mundo que Sei”

    Quer saber o que as crianças pensam do mundo? Que tal ouvi-las? É o que fez esta série criada a partir de uma pesquisa para descobrir os temas da atualidade que importam para elas. Em episódios que misturam realidade e ficção científica, elas debatem sobre meio ambiente, diversidade, tecnologia, saúde mental e relacionamentos. Há ainda um podcast com o cartunista Caco Galhardo e a escritora Trudruá Dorrico, que refletem sobre o que as crianças disseram. (Isabelle Moreira Lima)

    16 de Novembro de 2023
  • Assistir |
    O Rio de Janeiro de “Vale o Escrito”

    Uma história de famílias rivais que, na disputa de poder, corrompem e cometem crimes. A trama é digna de um épico de Hollywood, mas é a história da ascensão do jogo do bicho no Rio de Janeiro, contada pela série documental do Globoplay “Vale o Escrito”. Com direito a depoimentos inéditos dos principais personagens responsáveis pela a contravenção, os sete episódios investigam como o jogo mudou a dinâmica do estado carioca. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    Uma promessa do Brasil no Oscar, “Incompatível com a Vida”

    Vítima de uma má formação do feto que interrompeu sua gestação, a cineasta Eliza Capai narra sua história junto às de outras mulheres com vivências parecidas em “Incompatível com a Vida”, que acaba de estrear nos cinemas. Uma das esperanças brasileiras no Oscar, o documentário fala da complicação na gravidez em que o feto morre, seja no útero ou depois do parto. Apesar de afetar muitas mulheres, o tema ainda é pouco discutido. (Leonardo Neiva)

  • Fazer |
    Receitas fresquinhas para os dias mais quentes

    A onda de calor no Brasil deve durar até domingo (19) e já já chegamos ao verão. Por isso, revisitamos receitas de comidas e bebidas refrescantes publicadas pela Gama para ajudar a combater esses dias quentes — sem sair da cozinha pingando ainda mais. Entre elas, estão: salada de tomates, salada picante de manga, atum e Caeser, cheesecake de iogurte e mel, um drinque sem álcool com água de coco, limão, gengibre, pepino e gelo, e um alcoólico, o highball green apple. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    “Teoria King Kong” no teatro

    O “livro-grito” da francesa Virginie Despentes contra a opressão e em nome das que não se enquadram e fogem de estereótipos chega aos palcos paulistas no Sesc Bom Retiro. Na versão teatral, “Teoria King Kong” traz uma dramaturgia não-realista em que as atrizes Amanda Lyra, Ivy Souza e Verónica Valenttino traduzem o manifesto de Despentes, que aborda violências como o estupro e sua experiência como prostituta, para as cores brasileiras. Até 17/12. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    A BienalSur e o trabalho de Rochelle Costi

    Com trabalhos sobre o meio ambiente, a “BienalSur — Signos na Paisagem” leva também ao Centro Cultural Banco do Brasil, em São Paulo, atividades sensoriais que misturam os quatros elementos — ar, terra, fogo e água. O evento faz homenagem à brasileira Rochelle Costi, que morreu em novembro de 2022, deixando uma coletânea de obras produzidas na pandemia que refletem o impacto de pequenos seres que nos cercam na paisagem. A partir de 22/11. (Emilly Gondim)

    09 de Novembro de 2023
  • Assistir |
    O show de Vera Holtz em “Tia Virginia”

    Vencedora do prêmio de melhor atriz em Gramado, Vera Holtz encabeça de forma magistral o elenco deste drama familiar, composto ainda por Arlete Salles, Antonio Pitanga e Louise Cardoso. Centrado na figura de alguém que “ficou para titia”, “Tia Virginia” acompanha um reencontro familiar repleto de tensão e segredos mal resolvidos. Com direção de Fabio Meira (“As Duas Irenes”), o filme acaba de chegar às telas de cinema. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    “Escute as Feras” no teatro

    O livro da antropóloga francesa Nastassja Martin que narra seu encontro com um urso e como foi modificada por ele, publicado no Brasil pela editora 34, agora é adaptado para o teatro pelo trio formado pela atriz Maria Manoella, a editora Fernanda Diamant e a diretora Mika Lins. A peça é ao mesmo tempo um espetáculo solo de Maria Manoella, e uma experiência artístico-sonora ao vivo com o músico Lúcio Maia. No Sesc Ipiranga (SP), de 11/11 a 03/12. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    “Não Trocaria a Minha Jornada por Nada”, de Maya Angelou

    O livro da poeta e escritora norte-americana lançado neste ano pela Nova Fronteira é uma daquelas edições fininhas para ler numa tacada só. Mas também é daqueles que marcam, ressoam. Na obra, por meio de breves ensaios, Angelou (1928-2014) nos dá sábios conselhos de vida falando sobre temas como o trabalho "implacável e infinito" de ser uma mulher, racismo, intolerância, fé, opressão e caridade. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    Feira do livro da USP

    Vai até domingo uma das mais tradicionais promoções de livros de São Paulo, a Festa do Livro da USP, que chega à 25ª edição com pelo menos 50% de desconto em todos os títulos. São 211 editoras, como Companhia das Letras, Globo Livros, Aleph, Martins Fontes, HarperCollins, Fósforo, entre outras. A lista completa está no site. Na Avenida Professor Mello Moraes, travessa C, da Cidade Universitária no Butantã. (Emilly Gondim)

  • Ir |
    Três festivais de cinema

    O tradicional Festival Varilux, que celebra o cinema francês, vai até 22/11 em mais de 60 cidades ao redor do país. Já o Nicho Novembro, que foca no cinema negro, é realizado até 18/11 no Centro Cultural São Paulo e no Instituto Moreira Salles, em São Paulo. Por fim, o São Paulo Food Film Fest une cinema e gastronomia com mais de 30 filmes temáticos. Até 30/11 com programação online e presencial. (Daniel Vila Nova)

    02 de Novembro de 2023
  • Assistir |
    “Fim”, nova série do Globoplay

    Uma melancólica tragicomédia sobre vida e morte, a partir das experiências que marcam essa jornada: frustrações, conquistas, amores, traições, separações, festas e ressacas. Assim é “Fim”, nova série do Globoplay, uma adaptação do livro homônimo de Fernanda Torres. Quando Ciro (Fábio Assunção) morre, um grupo de velhos amigos cariocas narram, com bom humor e melancolia, o que viveram em décadas de amizade. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    “Café com Dona Jacira”, o podcast da mãe de Emicida e Fióti

    Ao ouvir pela primeira vez o podcast de Dona Jacira, mãe dos rappers Emicida e Fióti, fica evidente de onde vem o carisma deles. “Café com Dona Jacira” volta para uma segunda temporada falando de amadurecimento, autoconhecimento e ancestralidade. A produção lembra uma conversa de família, em que Dona Jacira é a mãe dos ouvintes, que reflete memórias que ressoam em questões sociais. (Emilly Gondim)

  • Assistir |
    “Mussum, o Filmis”

    Grande vencedor do Festival de Gramado, com seis prêmios incluindo o de melhor filme e ator para o protagonista Aílton Graça, a cinebiografia de um dos comediantes mais amados do país mexe com o coração de quem era criança nos anos 1980. O longa não se limita à fase de “Os Trapalhões” e vai da infância, passando pela carreira na Aeronáutica (aqui o destaque fica por conta de Yuri Marçal), trocada pela vida de sambista no grupo Originais do Samba. (Dolores Orosco)

  • Ir |
    As imagens da Amazônia por Hiromi Nagakura com Ailton Krenak

    A exposição, em cartaz no Instituto Tomie Ohtake (SP), traz retratos feitos pelo fotojornalista japonês em uma série de viagens com o filósofo indígena a alguns dos principais povos indígenas brasileiros. O projeto, realizado ao longo dos anos 90, conferiu à dupla o título de "amigos para sempre", e essa intimidade é palpável nos retratos de Nagakura. Guiado por Krenak, se afasta do clichê do olhar estrangeiro e constrói uma rede de afetos com as comunidades. (Isabela Durão)

  • Ir |
    Seminário sobre branquitude e clima

    O Observatório da Branquitude promove no próximo dia 8, a partir de 9h até 18h, no Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) no Rio de Janeiro, o primeiro seminário “Emergência Climática: Uma Herança da Branquitude”. Os debates sobre a justiça climática contam com Nego Bispo, Nilma Bentes, Tainá de Paula, Mariana Belmont, Larissa Amorim, Gisele Moura, Selma Dealdina e Denise Ferreira da Silva. São quatro mesas para refletir sobre os efeitos do racismo e colonialidade na mudança climática. (Emilly Gondim)

    26 de Outubro de 2023
  • Ouvir |
    A nova fase de Ana Frango Elétrico

    Após o elogiado “Little Electric Chicken Fish” (2019), a artista passou alguns anos se aventurando na produção musical e agora lança seu terceiro álbum de estúdio. Em "Me Chama de Gato Que Eu Sou Sua", volta mais madura, com um disco tão íntimo quanto feroz. Passeando por décadas e estilos, traz baladas românticas e sensuais sobre sua vivência de amores não-binários. Nostálgico e atual na mesma medida, o álbum é uma mistura de groove-pop-disco-jazz que testa limites de gênero em todas as suas definições. (Isabela Durão)

  • Ir |
    O samba que moldou o Rio de Janeiro

    A força da comunidade afro-brasileira carioca moldou o que conhecemos hoje por samba urbano e alterou a própria cidade. Em cima disso, o IMS abre em 28/10 a mostra “Pequenas Áfricas: O Rio que o samba inventou”. A curadoria de Angélica Ferrarez, Luiz Antonio Simas, Vinícius Natal e Ynaê Lopes dos Santos aborda espiritualidade, trabalho e as redes de sociabilidade que se estabeleceram às margens deste samba. (Emilly Gondim)

  • Assistir |
    “A Metade de Nós”, na 47ª Mostra

    Uma dor profunda guia “A Metade de Nós”, filme de Flávio Botelho, em cartaz na 47ª edição da Mostra Internacional de Cinema. No longa, que terá mais duas sessões no festival, um casal da terceira idade tenta se adaptar à vida depois do suicídio do único filho. Num mundo de medos e melancolia, eles seguem caminhos distintos para aliviar a sensação de culpa e entender as motivações do rapaz e, assim, encontrar novas maneiras de viver com o luto. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    “Hackney Diamonds” dos Rolling Stones

    Os vocais de Mick Jagger seguem vigorosos, embora agora cantem sobre envelhecimento, mortalidade e missão de vida. O novo álbum é solar, com vários arranjos dançantes e letras celebrativas. Não tem como não se emocionar com “Sweet Sounds of Heaven”, que sugere: “Vamos deixar os velhos acreditarem que são jovens”. A faixa, aliás, tem participação de Stevie Wonder e Lady Gaga, que se juntam a um time de convidados estelares como Elton John e Paul McCartney. Entre os melhores álbuns da banda, sem exagero. (Dolores Orosco)

  • Ir |
    Albert Adrià fala no Mesa São Paulo

    Vai até 28/10 um dos principais congressos de gastronomia realizados hoje no país, que neste ano traz Albert Adrià como principal estrela. O chef catalão, que encerra o evento às 17h30 do sábado, fala sobre a descoberta da nova linguagem gastronômica do seu restaurante Enigma, um dos cinco que fechou na pandemia e o único a ser reaberto. Além dos painéis de tendências, há uma grade de aulas, jantares magnos e uma feirinha aberta ao público. (Isabelle Moreira Lima)

    19 de Outubro de 2023
  • Ouvir |
    O novo álbum de Bad Bunny

    Conhecido pela mistura festeira de reggaeton e trap, o rei latino do pop lança “Nadie Sabe Lo Que Va Pasar Mañana” e aposta numa pegada trip hop e letras mais densas. “Nadie Sabe”, que abre o álbum, traz um vocal seco e base composta por um piano na maior parte de seus seis minutos. “Vou 787” parte de um sample de “Vogue”, o clássico de Madonna, a quem o rapper porto-riquenho se compara na canção. No entanto, o coelhão ainda quer ver você dançar: “Fina” e “Cybertruck” têm tudo para fazer rebolar nas melhores pistas. (Dolores Orosco)

  • Assistir |
    “A Queda da Casa de Usher”

    Uma série de terror baseada nos contos de Edgar Allan Poe é a premissa da nova produção de Mike Flanagan, responsável por “A Maldição da Residência Hill” (2018) e “Missa da Meia-Noite” (2021). Em “A Queda da Casa de Usher”, que leva o nome de uma das obras mais famosas de Poe, acompanhamos a iminente ruína de uma poderosa e rica família. Ao longo de oito episódios, a trama costura diferentes histórias do autor e está disponível na Netflix. (Daniel Vila Nova)

  • Ir |
    Histórias indígenas ocupam o MASP

    Obras de mais de uma centena de artistas, de várias mídias e tipologias, origens e períodos, estão reunidas em "Histórias Indígenas", grande exposição que chega ao MASP nesta sexta-feira (20). Realizada em parceria com a instituição norueguesa Kode Bergen Art Museum, a mostra exibe diferentes perspectivas indígenas da América do Sul, da América do Norte, da Oceania e da Escandinávia. Até 25 de fevereiro de 2024. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    35 anos da Mão Afro-Brasileira em SP

    Relembrando exposição que Emanoel Araujo realizou como curador em 1988, ano que celebrava o centenário da abolição da escravidão e que estabeleceu a atual constituição brasileira, o MAM e o Museu Afro de São Paulo se unem na mostra Mãos: 35 anos da Mão Afro-Brasileira. Os trabalhos refletem sobre o racismo estrutural que perdura no país e dialoga sobre a relevância e a circulação de obras feitas por afro-descendentes. (Emilly Gondim)

  • Ler |
    A reedição de “Em Busca do Prato Perfeito”, de Anthony Bourdain

    Ele virou best-seller ao lançar “Cozinha Confidencial” (2016), em que contou segredos e podres das cozinhas de restaurantes, mas foi como viajante de apetite aventureiro que Anthony Bourdain firmou sua personalidade de hedonista profissional e leitor de almas. A Companhia de Mesa acaba de reeditar “Em Busca do Prato Perfeito”, um dos livros mais deliciosos de viagem e que fornece de brinde uma aula de escrita para os amantes deste gênero e da literatura sobre comida. (Isabelle Moreira Lima)

    11 de Outubro de 2023
  • Ouvir |
    Gal Costa por Filipe Catto

    Revisitar canções que fizeram história graças ao timbre cristalino e à personalidade de Gal Costa é um tanto arriscado, ainda mais quando se vive o luto por sua perda. Mas Filipe Catto faz isso com genialidade no álbum “Beleza São Coisas Acesas Por Dentro”. Artista trans e não-binária, Filipe ressignifica músicas como “Tigresa” e “Vaca Profana”, com emoção explícita na voz. “Nada Mais” é o momento alto: o hit oitentista da fase “trilha de novela” de Gal foi convertido num baladão roqueiro de dilacerar corações mais sensíveis. (Dolores Orosco)

  • Assistir |
    “Meu Nome É Gal”, com Sophie Charlotte

    Como Gracinha, uma tímida garota baiana, se transformou numa das maiores cantoras do Brasil, com uma das vozes mais potentes do país? A cinebiografia “Meu Nome É Gal”, que chega aos cinemas nesta quinta-feira (12), conta essa história. No longa de Dandara Ferreira e Lô Politi, Sophie Charlotte interpreta Gal Costa, que morreu há quase um ano, emprestando a própria voz à personagem em algumas músicas e dublando a artista em outras. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    “A Segunda Mãe”, de Karin Hueck

    Parece que já temos o livro viciante da estação e é este romance editado pela Todavia. Na trama, o casamento entre duas mulheres que esperam o segundo filho está em crise. Como se não bastasse a uma boa história, ainda há um elemento de distopia, um spoiler que ninguém quer contar, e não sou eu que vou atirar esta pedra aqui. Hueck, que já havia lançado infantis e não ficção, como “O Lado Sombrio dos Contos de Fadas” (HarperCollins, 2023), estreia agora na ficção para adultos. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Os 40 anos do Videobrasil

    A 22ª Bienal Sesc_Videobrasil comemora o aniversário da organização a partir de trabalhos de 60 artistas e coletivos de 38 nacionalidades. Com curadoria de Raphael Fonseca e Renée Akitelek Mboya, a edição se intitula "A memória é uma ilha de edição", frase do poeta Waly Salomão, e reflete sobre tempo, memória e a importância do vídeo nos últimos 40 anos. O evento acontece de 18/10 a 25/2 no Sesc 24 de Maio, em São Paulo. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    O novo show de Livia La Gatto e Renata Maciel

    Aquela Dupla, que ficou conhecida pelas paródias durante a pandemia com o respaldo de Caetano Veloso, está em novo show dirigido por Ilana Kaplan. O duo composto pelas amigas Livia La Gatto e Renata Maciel canta e encena sobre questões cotidianas e polêmicas na Bona Casa de Música em São Paulo, a partir de 14/10. Os ingressos podem ser adquiridos pela eventim a partir de R$ 60. (Emilly Gondim)

    05 de Outubro de 2023
  • Assistir |
    A série-pegadinha “Na Mira do Júri”

    Sensação do momento no Amazon Prime Video, esta comédia falsamente documental faz rir de gargalhar e corar de constrangimento — palavra, aliás, conhecida pelos produtores, Lee Eisenberg e Gene Stupnitsky, os mesmos de "The Office". A série acompanha os bastidores de um julgamento pelo olhar de um jurado, Ronald Gladden, que, sem saber, "contracena" com atores acreditando que faz parte de um júri real. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    “Javelin”, o novo álbum de Sufjan Stevens

    Se você estava com saudades da melancolia do multi-instrumentista norte-americano, anime-se (ou chore de emoção): seu novo álbum é um retorno à sonoridade de “Carrie & Lowell”, disco de 2015 que o consagrou como um dos artistas mais interessantes de sua geração. Em “Javelin”, Stevens explora temas já conhecidos de sua discografia como amor, sofrimento e religião em dez faixas. (Daniel Vila Nova)

  • Ler |
    Os livros infantis do selo Baião e de Maurice Sendak

    É um bom momento para a literatura infantil no Brasil. Acabam de chegar às livrarias os primeiros volumes do novo Baião, selo infantil da Todavia, que traz o belíssimo “Boa Noite, Bo”, das norueguesas Kjersti Annesdatter Skomsvold e Mari Kanstad Johnsen, além do sensível “A Menina dos Cabelos d’Água”, de Sidnei Nogueira. Está de volta também o clássico do gênio Maurice Sendak, “Onde Vivem os Monstros”, agora com a Companhia das Letrinhas, com a promessa de novos títulos do autor em 2024. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ouvir |
    O rap surrealista de Rodrigo Ogi

    Seis anos após o último EP, o rapper paulistano traz em "Aleatoriamente" um álbum ousado de difícil definição. Com participação de Juçara Marçal e Don L, Ogi explora o terror no cotidiano, do ônibus lotado à violência policial, passando pelo flerte online e pela precarização do trabalho. Tudo isso com a produção experimental de Kiko Dinucci (Metá Metá), que completa a lírica surrealista de Ogi: uma trilha sonora digna de filme de horror, mas também um retrato fiel de diversos ângulos da vida que, aleatoriamente, se unem pelo caos. (Isabela Durão)

  • Fazer |
    Salames de chocolate #semdefeitos do Food 52

    Ele agrada multidões, tem chocolate como base, não precisa assar, dispensa técnicas minimalistas e usa apenas ingredientes descomplicados. É com essa descrição matadora que o salame de chocolate é apresentado no site de receitas norte-americano que é queridinho por foodies. Em vez de indicar uma única receita, este texto reúne diferentes abordagens que usam até frutas secas embebidas em suco de laranja ou uísque. (Isabelle Moreira Lima)

    28 de Setembro de 2023
  • Ouvir |
    “A Coach”, o novo podcast de Chico Felitti

    Chico Felitti está de volta. Dessa vez, o jornalista responsável por “A Mulher da Casa Abandonada” investiga o caso de Kat Torres, influenciadora brasileira acusada de tráfico humano e exploração sexual. Com 9 episódios, “A Coach” traça um perfil da mulher de origens humildes que, por meio de sua lábia, ascendeu socialmente, se tornou famosa, criou uma espécie de seita e ficou presa em Bangu. Já são dois episódios disponíveis. (Daniel Vila Nova)

  • Ler |
    Martin Scorsese fala sobre mortalidade, solidão e Marvel

    Aos 80 anos, Martin Scorsese sabe que não tem muito tempo. Em entrevista à GQ norte-americana, o diretor de cinema, que se prepara para lançar seu novo filme “Assassinos da Lua das Flores”, fala sobre mortalidade, solidão e sua carreira em Hollywood. Sempre sincero, revela que jamais se sentiu parte da Academia e dá sua opinião sobre a fórmula Marvel: para ele, parecem ser feitas por Inteligência Artificial. (Daniel Vila Nova)

  • Ir |
    Baile funk no MAR

    A partir desta sexta (29), o Museu de Arte do Rio (MAR) exibe a glamurosa exposição “Funk: Um grito de ousadia e liberdade”. A abertura contará com show de Afrofunk Rio, DJ Jonathan da Provi, Mc Cacau cantando Mc Marcinho e Trilogia do Santo Amaro. A curadoria da Equipe MAR com Taísa Machado e Dom Filó explora a cultura em volta da música, a dança e as influências comerciais nas comunidades. Uma sala fica com os bailes funks e outra com o histórico movimento nos anos 1970 e 1980. (Emilly Gondim)

  • Assistir |
    Festival de Finos Filmes traz curtas a SP

    O Festival de Finos Filmes, dedicado à difusão de obras cinematográficas em curta-metragem, chega à 10ª edição. Além de exibir títulos curtinhos, o evento, que começa nesta quinta-feira (28) em São Paulo, promove sessões temáticas seguidas de debate. Uma delas, batizada de "Fins, Lutos e Recomeços", apresenta filmes sobre o tema principal e, depois, um bate-papo entre Jean-Claude Bernardet e Natalia Timerman. A mostra vai até 3/10. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    Um relato de uma prisioneira da Guerra do Paraguai

    “No 25 de dezembro as senhoras destinadas a morrer de fome por ordem de López foram libertadas pelo Exército brasileiro. Eu sou uma delas; vivo e escrevo”, diz o relato que abre “Memórias de Dorothée Duprat de Lasserre: Relato de uma prisioneira na Guerra do Paraguai (1870)”, livro que comemora 20 títulos lançados pela editora Chão, especializada em não ficção histórica. Neste, as dificuldades de viver numa espécie de campo de concentração itinerante de mulheres. (Isabelle Moreira Lima)

    21 de Setembro de 2023
  • Assistir |
    “Nosso Sonho”, cinebiografia de Claudinho & Buchecha

    Quando o funk melody da dupla carioca caiu nas graças da TV Globo, todo o Brasil cantava junto. Um sucesso tão estrondoso que até surpreende relembrar que Claudinho morreu aos 26 anos, em 2002. Apesar da morte precoce, já tinham inscrito o nome na história da nossa música, misturando português rebuscado com versos como “sabe, tchurururu” nos bailes cariocas, como vemos na cinebiografia que estreia nesta quinta (21), dirigida por Eduardo Albergaria e com Lucas Penteado (Claudinho) e Juan Paiva (Buchecha). (Luara Calvi Anic)

  • Assistir |
    O fim de “Sex Education”

    Após quatro intensas temporadas, até dói se despedir dos jovens ingleses de Moordale, a quem vimos descobrir e se aventurar pelo sexo com tanta doçura, constrangimento e humor. Nos episódios que fecham as histórias de Otis e Mave e de Eric e Adam, os desafios de um relacionamento à distância e um possível revival estampam situações com alto potencial de identificação. E sem falar na trilha, a desculpa ideal para assistir a uma série supostamente adolescente. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    A religião que transforma o crime em “A Fé e o Fuzil”

    Recusando estereótipos, o jornalista e pesquisador Bruno Paes Manso lança, pela Todavia, o livro que é um estudo sobre como as religiões evangélicas modificaram o panorama do crime no Brasil nas últimas décadas. Com depoimentos de ex-criminosos que mudaram suas vidas a partir da religião, o autor mostra como o crescimento desses grupos tem impacto profundo numa população exposta a diversas violências. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    “Elis & Tom” no cinema, cinco décadas depois

    Quase 50 anos depois, imagens inéditas da gravação do emblemático LP "Elis & Tom", de 1974, vêm à tona em "Elis & Tom - Só Tinha de Ser Com Você", de Roberto de Oliveira. O documentário acompanha as tensões que marcaram os bastidores da produção do álbum que, por pouco, não foi interrompida — e que, possivelmente, transformaria a obra "no maior disco não feito da história", como diz João Marcello Bôscoli no longa. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    A classe média da música pop

    O que acontece quando um popstar não é lá tão popular? É com essa pergunta que o New York Times investiga a “classe média da música pop”. Ao citar nomes como Carly Rae Jepsen, Kim Petras e Troye Sivan, o jornal analisa a trajetória de artistas que, apesar de não lotarem estádios, se comportam como estrelas. “Para eles, ser um popstar não é uma questão comercial, mas uma estética e uma sonoridade”, afirma a colunista Shaad D'Souza. (Daniel Vila Nova)

    14 de Setembro de 2023
  • Assistir |
    O curta de Almodóvar com Pedro Pascal

    Os queridinhos Pedro Pascal e Ethan Hawke interpretando dois caubóis que se reencontram após décadas para reviver um tórrido romance? E tudo isso dirigido por Almodóvar? O curta “Estranha Forma de Vida”, com seu enredo à la “Brokeback Mountain”, pareceu a receita do sucesso para muita gente desde seu anúncio no Festival de Cannes. Esta semana, o filme finalmente chega às telas, para o deleite dos cinéfilos brasileiros. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    Coala, uma celebração da música brasileira

    Realizado no Memorial da América Latina de São Paulo, o Festival Coala começa nesta sexta (15), promovendo encontros como o do Olodum com Baiana System e entre Johnny Hooker e Fafá de Belém. No sábado (16) , além de Ana Frango Elétrico e Jards Macalé juntos, há Novos Baianos e Suraras do Tapajós. Jorge Ben Jor, um dos maiores artistas da história, sobe ao palco no domingo (17) para encerrar o festival. (Emilly Gondim)

  • Ouvir |
    A angústia juvenil no novo disco de Olivia Rodrigo

    Aos 20 anos de idade, é natural sofrer por amor, cometer decisões estúpidas e se sentir deslocada no mundo. Se você está passando por isso agora, ou se tem saudades dessa época cruelmente deliciosa, o novo álbum da Olivia Rodrigo é feito para você. Com 12 faixas, “Guts” é o segundo disco da cantora norte-americana, que vem se provando digna do título de “Princesa do Pop”, e já está disponível nas plataformas de streaming. (Daniel Vila Nova)

  • Ir |
    Pensadores, músicos e escritores na FLIM

    O pensamento da escritora americana bell hooks sobre o amor, que, para ela, mais do que um sentimento, é uma prática diária e uma ação transformadora e libertadora da alma, guia as discussões da Festa Literomusical de São José dos Campos. A 9ª edição da FLIM, que ocorre a partir desta sexta-feira (15), reúne nomes como Daniel Munduruku, Eliane Robert Moraes, João Silvério Trevisan, Juliana Borges, Midria, Renato Noguera e Rita von Hunty. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    O mundo do mergulho livre em “De Tirar o Fôlego”

    Já pensou mergulhar mais de 100 metros no fundo do mar sem um tanque de oxigênio? Parece loucura, mas para alguns é missão de vida. E era o sonho da italiana Alessia Zecchini, que é protagonista do documentário “De Tirar o Fôlego”, da Netflix. O filme mostra toda a dedicação e a trajetória da atleta para quebrar o recorde do esporte e os perigos que envolvem essa atividade radical. (Isabelle Moreira Lima)

    06 de Setembro de 2023
  • Ir |
    A 35ª Bienal de São Paulo, “Coreografias do Impossível”

    Diferentes maneiras de lidar com as questões do mundo e a busca por caminhos para as urgências de hoje são temas que aparecem na edição que se afirma como a bienal com o maior número de artistas não brancos. Além das 1,1 mil obras, uma intervenção do escritório Vão, no prédio de Oscar Niemeyer, propõe novos percursos para visitação. Na curadoria estão Diane Lima, Grada Kilomba, Hélio Menezes e Manuel Borja-Villel. Vale conferir a programação de eventos. Até 10/12. (Luara Calvi Anic)

  • Ler |
    Um relato pessoal sobre o golpe do Chile

    Após o golpe militar no Chile, em 1973, cerca de 800 pessoas se refugiaram na Embaixada da Argentina em Santiago. A socióloga brasileira Elisabeth Vargas, que estudava e atuava como militante na época, foi uma delas. No forte depoimento “A resistência do colchonete”, para a revista Quatro Cinco Um, ela relembra como foi presa e solta de forma improvável e a tensa espera na Embaixada, em que até compartilhar colchonetes era um desafio. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    Playlists do Kizomba Design Museum

    Se você gosta de dançar, vai ficar louco com as batidas dos djs que formam o Kizomba Design Museum, evento que está em SP até a sexta-feira (8), com a proposta de ser um museu vivo da cultura angolana. Aqui há quatro playlists feitas por quatro DJs e músicos do país e do Congo. É divertido ouvir o sotaque lindo e suave e identificar similaridades com a música brasileira, apesar de uma exigência muito maior de quadris e juntas flexíveis. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    “Bioy & Borges”, uma história de amizade e literatura

    Além de dois dos maiores expoentes da literatura latino-americana, Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares também foram grandes amigos. Para narrar de forma literária essa relação, a Companhia das Letras reúne em “Bioy & Borges” toda a obra escrita em colaboração entre os dois autores. São mais de 500 páginas com os romances, contos, crônicas e textos esparsos que os argentinos escreveram juntos durante meio século. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    “França e o Labirinto”, um podcast narrativo de suspense

    Anos após ajudar a polícia a prender um serial killer, Nelson França (Selton Mello) acredita que o assassino está de volta. Em “França e o Labirinto”, do Spotify e Jovem Nerd, acompanhamos um detetive particular cego que busca solucionar um tenebroso caso. Com tecnologia de áudio binaural, em que os sons são localizados e cercam quem está escutando, há um ambiente imersivo que faz com que você se sinta na pele do protagonista. (Daniel Vila Nova)

    31 de Agosto de 2023
  • Ouvir |
    O funk de “Alexandre”

    Se você está ouvindo “Alexandre”, podcast da Trovão Mídia e da revista Piauí sobre o presidente do TSE, é bem provável que a trilha sonora do programa não saia da sua cabeça. Após inúmeros pedidos da audiência, o funk trevoso que embala a voz da jornalista Thais Bilenky está disponível nas plataformas de streaming de áudio. Ao todo, são oito músicas compostas por Arthur Decloedt que fazem com que você se sinta nos corredores de Brasília. (Daniel Vila Nova)

  • Assistir |
    O gênero Nordestern de “Cangaço Novo”

    Baseada na vida do precursor do movimento fora da lei no Nordeste, Valdetário Carneiro, a nova série da Amazon Prime tem dado o que falar. Com cenas de ação de tirar o fôlego e um elenco com nomes como Allan Souza Lima, Hermila Guedes, Ricardo Blat e Marcélia Cartaxo, "Cangaço Novo" (2023) narra a história de um bancário sem memórias da infância, em busca de dinheiro para cuidar do pai adotivo. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    O depoimento do filho de Mãe Bernadete

    Uma saga de ódio tenta calar as lutas históricas de minorias no Brasil. Mãe Bernadete, que foi brutalmente assassinada com 22 tiros em sua casa, no Quilombo Pitanga de Palmares, na Bahia, era o símbolo de liderança pelos direitos humanos na luta quilombola. Em depoimento emocionado para a revista Piauí, Jurandir, filho de Bernadete, relata os acontecimentos daquela noite e seus medos. "Minha mãe partiu fisicamente, mas deixou um legado muito grande." (Emilly Gondim)

  • Assistir |
    O emocionante “As Oito Montanhas”

    Dois jovens que vivem a infância em meio aos picos e vales de uma vila isolada. No filme vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Cannes 2022, o foco é a amizade entre esses personagens, que se reencontram anos depois em situações opostas. Dirigido pela dupla de cineastas por trás de “Alabama Monroe” (2012), o longa, que estreia agora nos cinemas, é um conto terno sobre amadurecimento e laços humanos. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    “Caso das 10 Mil” sobre o aborto no Brasil

    Entre 1989 e 2007, uma clínica de Campo Grande (MS) era procurada por milhares de mulheres que desejavam interromper a gravidez. Chamar o lugar de clandestino soava incoerente, já que vigorava uma espécie de pacto silencioso, que contava com cumplicidade policial. Até que uma reportagem da TV Globo denunciou o local e desencadeou na maior operação anti-aborto já feita no Brasil. A história está em “Caso das 10 Mil”, da Folha de S.Paulo. (Dolores Orosco)

    24 de Agosto de 2023
  • Ler |
    O legado de Léa Garcia

    Umas das primeiras mulheres negras da tevê brasileira e nome fundamental da arte antirascista, Léa Garcia, que morreu em 15 de agosto, aos 90 anos, deixou um imenso legado representativo às novas gerações de artistas pretos. Nos últimos dias, a atriz ganhou textos-homenagens à sua carreira, como no Portal Geledés, no Alma Preta e na coluna de Tom Farias, na Folha, além de um programa especial no Globo Play. Vale ler e assistir. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    A segunda temporada de “The Bear”

    A série-fetiche de quem ama cozinha acaba de voltar ao Star+ com uma segunda temporada que é quase uma primeira: é o começo do negócio de Carmy, que fecha a casa especializada em corned beef para abrir o gastronômico The Bear. E, é claro, não vai ser tão fácil. Um mar de burocracia, a instabilidade emocional de um sócio, a desconfiança do investidor, uma corrida contra o relógio e a possibilidade de enfim alcançar uma estrela nos grandes guias vai fazer com que fiquemos grudados à tela. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    O novo filme de Kléber Mendonça Filho

    Premiado em Cannes, o diretor brasileiro retorna às telas no documentário “Retratos Fantasmas” (2023). Com passagem elogiada pelo festival francês, o longa usa imagens de arquivo e filmagens recentes para reconstituir a rotina de ir ao cinema no centro de Recife, cidade do cineasta, ao longo do século 20. “Um documentário que soa excentricamente pessoal, mas nunca olhando só para o próprio umbigo”, segundo crítica da revista Variety. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    João Camarero e Arthur Nestrovski juntos e ao vivo em SP

    Na próxima terça-feira, dia 29, às 19h, o duo de violonistas apresentará um show na Biblioteca Mário de Andrade, parte do projeto “Canções sem palavras”. O evento trará Ernesto Nazareth, Pixinguinha, Garoto, Tom Jobim, Baden Powell, Chico Buarque e Edu Lobo em arranjos próprios. As letras estarão nas “memórias de quem ouve” as canções acompanhado de conversas sobre o contexto e a importância dessas obras. É gratuito com bilheteria aberta com uma hora de antecedência na biblioteca. (Emilly Gondim)

  • Ir |
    Um fotógrafo alemão e a industrialização paulistana, no IMS-SP

    Um pneu, uma calculadora, um jogo de ferramentas, a construção do prédio da Bienal de São Paulo. O fotógrafo Hans Gunter Flieg (1923) teve, ao longo de sua carreira, a habilidade de trazer beleza às fotografias de itens rotineiros e da arquitetura. "Flieg. Tudo o que é Sólido", no IMS-SP, celebra o seu centenário. Além do valor estético, a exposição nos faz pensar no lugar dos objetos em uma sociedade capitalista, daí o título que remete à máxima de Karl Marx: Tudo o que é sólido desmancha no ar. (Luara Calvi Anic)

    18 de Agosto de 2023
  • Assistir |
    Meryl Streep em “Only Murders in the Building”

    Os primeiros episódios da terceira temporada de “Only Murders in the Building” já estão disponíveis no Star + e são sucesso de crítica. E o elenco encabeçado por Selena Gomez, Steve Martin e Martin Short ganhou adições de peso: Meryl Streep e Paul Rudd. Agora ambientada no universo do teatro, a série apresenta outro assassinato com uma veia cômica, investigado pelo trio de atrapalhados podcasters. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    A gênese do preconceito contra o Nordeste na Piauí

    “Mas você não tem cara de nordestino!”, ouviu o jornalista natalense Octavio Santiago ao ajudar uma senhora brasileira em Portugal. E é com essa anedota que ele explica e reconta o preconceito enfrentado pelo Nordeste, que segundo sua pesquisa de doutorado completa exatos cem anos, desde que uma série de reportagens foi publicada no Estado de S. Paulo sobre “a terra do sofrimento”, que é também uma “Babel de sangue deprimida”, de onde saem “esquálidos retirantes”. Vai de 1923 até hoje, com o governador de MG, Romeu Zema. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    A arte da diáspora japonesa na América Latina

    Uma investigação sobre imigrantes japoneses na América Latina, a partir de diálogos culturais. É essa a proposta da exposição “O Curso do Sol”, em cartaz de 19 de agosto a 11 de novembro na galeria Gomide&Co, na avenida Paulista. Com curadoria de Yudi Rafael, a mostra, que reúne mais de 40 nomes, como Manabu Mabe e Tomie Ohtake, apresenta pinturas e cerâmicas. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    Um guia de SP como os de jornal, mas online

    Os guias impressos sumiram, mas o Guia Orbit SP pode ser uma alternativa de atalho para escolher o que fazer entre as dezenas de opções de cultura e lazer que SP oferece. Há filtros por bairro, tipo de evento, custo do programa e datas. O Orbit oferece também um resumo breve de cada evento e as informações fundamentais. O perfil do Instagram e a newsletter recomendam gratuitamente os eventos da semana. (Emilly Gondim)

  • Fazer |
    Laboratório afro-ameríndio de narrativas gamificadas

    E se os games que seus filhos jogam trouxessem narrativas orais e cosmologias indígenas e afro-brasileiras? Para que isso se torne realidade, a iniciativa internacional Tales of Us e o GatoMI?DIA criaram um laboratório de games para jovens criativos que inclui aprendizados em filosofias africanas, arte e literatura indígena, storytelling, design, programação e mais. Podem participar jovens negros e indígenas entre 15 e 29 anos. Inscrições até 3/9 no @gato.midia. (Luara Calvi Anic)

    10 de Agosto de 2023
  • Ouvir |
    Xande de Pilares traduz Caetano como nem o próprio faz

    Caetano chorou e disse que ficou “honrado, grato e encantado”. E assim ficamos todos que ouvimos o álbum “Xande canta Caetano”, que desde o seu lançamento na última sexta-feira não saiu do compartilhamento dos stories. Em dez faixas e 34 minutos, o sambista vai a Cuba para cantar Qualquer Coisa, e usa do samba mais elegante e gingado para “Lua de São Jorge” e para arrancar todas as lágrimas em “Gente”. Definitivo para público e crítica. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    A crise dos opioides no centro de uma nova série

    Além de gerar lucros bilionários, o analgésico OxyContin também causou a morte de centenas de milhares de pessoas no que ficou conhecido como a epidemia dos opioides. Agora, a minissérie “Império da Dor”, baseada no best-seller de mesmo nome, explora esse que é um dos casos mais polêmicos da história farmacêutica mundial. Com Matthew Broderick, Uzo Aduba e Taylor Kitsch no elenco, a série estreia na Netflix nesta quinta-feira (10). (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    50 anos da exuberância de Secos e Molhados

    Em 1973, durante a ditadura militar brasileira, o grupo fez sucesso com Ney Matogrosso, João Ricardo e Gerson Conrad — todos com sangue latino. Agora, a nova edição de “Primavera nos Dentes: A História do Secos e Molhados” (2023) comemora o cinquentenário da banda. O escritor, Miguel de Almeida, evoca o sucesso que já fez o Maracanãzinho tremer e retrata a história de resistência do grupo contra a censura do governo. (Emilly Gondim)

  • Ir |
    Festival gastronômico com pitadas de música no Rio

    Trinta restaurantes — como A Casa do Porco, Osso e Jobi —, dezenas de produtores, aulas de gastronomia e shows de artistas como Arnaldo Antunes e Diogo Nogueira. Essa é a receita do cardápio recheado da 13ª edição do Rio Gastronomia, que ocorre de 10 a 13 e de 17 a 20 de agosto no Pião do Prado, no Jockey Club. Alberto Landgraf, Vitor Sobral, Morena Leite e Janaína Torres Rueda são alguns dos chefs que estarão por ali. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    Leonilson na Almeida & Dale, em São Paulo

    Os traços finos, os bordados, os tecidos translúcidos estão em "Leonilson. Corpo Político", mostra que relembra as três décadas da morte do artista, aos 36 anos, de complicações relacionadas ao HIV/Aids. O curador espanhol Agustin Pérez Rubio organizou as 70 obras em eixos temáticos: amor, sexualidade, doença, solidão, morte. Destaque para os recortes de jornal das colunas que o artista ilustrava para Barbara Gancia, na Folha de S.Paulo. (Luara Calvi Anic)

    03 de Agosto de 2023
  • Ouvir |
    Podcast com histórias de leitores, escritores e livreiros

    Um personagem surpreendente guia o episódio de estreia do podcast "Livros no Centro", da Megafauna. Ele é Gustavo Scarpa, jogador de futebol que, fora de campo, faz sucesso comentando as obras que lê com microresenhas simples e bem-humoradas. O programa, apresentado pela editora Rita Palmeira, com os livreiros da loja, mergulha nas leituras do entrevistado, enquanto costura dicas de outros títulos que conversam com o tema do papo. (Ana Elisa Faria)

  • Ouvir |
    FBC e seu novo álbum (já) mítico

    Letras que exprimem o espírito tempo (“não quero brigar por mensagem de aplicativo”, “qual a chance de eu te achar no Insta?”) em batidas modernas e saudosistas ao mesmo tempo e, de brinde, o retorno do saxofone com tudo na dance music fazem do novo álbum de FBC um dos melhores — se não o melhor — de 2023. É ouvir e viciar no minuto 1. “Químico Amor” é um desbunde, mas difícil dizer qual a melhor de “O Amor o Perdão e a Tecnologia Irão nos Levar para Outro Planeta”. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ouvir |
    Quem é Alexandre de Moraes em seis episódios

    Uma das personas mais misteriosas e poderosas desses últimos anos da República, o ministro do STF entra na máquina de raio-x do podcast original Trovão Mídia “Alexandre”, apresentado por Thais Bilenky, da revista Piauí. Em cinco meses de apuração, foram ouvidos nomes como Geraldo Alckmin, Flávio Dino, Gilmar Mendes, Hamilton Mourão, Michel Temer e Gilberto Kassab, entre outros. O primeiro episódio é um bom teaser das revelações que vêm por aí. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    Uma revolta literária no centro do Brasil

    Num matadouro isolado no Centro-Oeste do país, três abatedores e uma secretária planejam um crime. É em meio a um cenário desesperador, em que uma multidão se vê obrigada a se alimentar com ossos distribuídos como presentes de Natal, que se passa o livro “Onde Pastam os Minotauros” (Todavia, 2023). Na obra já bem elogiada, Joca Reiners Terron (“O Riso dos Ratos”) desenha uma alegórica revolta dos oprimidos contra a tirania do capital. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    Dilemas na segunda temporada de “Heartstopper”

    Nick Nelson (Kit Connor) e Charlie Springs (Joe Locke) conquistaram nossos corações na primeira temporada de “Heartstopper” (2022- ) a partir da delicadeza e naturalidade de se descobrir LGBTQIA+ na adolescência heteronormativa. Agora, a adaptação da HQ homônima retorna para a segunda temporada nesta quinta (3) com o dilema de Nick de viver o amor com Charlie assumidamente ou continuar no armário pelo medo (justificável) do preconceito. (Emilly Gondim)

    27 de Julho de 2023
  • Ouvir |
    Laços (cortados) de família

    A guerra fria entre membros de uma mesma família abalou a República nos anos 1990, levando ao impeachment do primeiro presidente eleito de forma direta depois da redemocratização. Com áudios inéditos, o podcast "Collor versus Collor", do Globoplay, relembra a história que fez ruir o governo de Fernando Collor após um grandioso esquema de corrupção delatado pelo próprio irmão, Pedro Collor de Mello. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    Feminismos na tela grande

    A partir desta semana, o Instituto Moreira Salles de São Paulo exibe a mostra "Arquivos, Vídeos e Feminismos", com sessões de longas do acervo do Centro Audiovisual Simone de Beauvoir, de Paris. Os filmes, em sua maioria produzidos por coletivos feministas na década de 1970, tratam de temas como violência sexual e aborto, e serão exibidos ao longo do segundo semestre. Os ingressos a R$ 10 podem ser comprados online ou na bilheteria do IMS. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    O inédito trajeto da velejadora Tamara Klink

    Com 24 anos, Tamara Klink se tornou a pessoa mais jovem do Brasil a cruzar sozinha o Atlântico. Foi em plena pandemia, em 2021, que a filha do lendário navegador Amyr Klink partiu da França em seu barco Sardinha rumo à costa do Brasil. No livro "Nós" (Companhia das Letras, 2023), ela relata as vitórias e fracassos que viveu nesse longo, solitário e perigoso trajeto, acompanhado à distância nas redes pela família e por admiradores. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    O Rei do Blues no MIS

    Você é fã de B.B. King? Mas será que conhece bem a vida e obra do Rei do Blues? "B.B. King: um mundo melhor em algum lugar", primeira exposição dedicada ao artista no Brasil, é uma oportunidade de aprender mais sobre um dos maiores músicos da história. No MIS, em São Paulo, a mostra traz itens e instrumentos de várias fases de sua vida. A exposição fica em cartaz até outubro, com ingressos a R$ 20 e entrada gratuita às terças. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    Adeus às andanças de John Wilson por NY

    A terceira e última temporada de "How to with John Wilson" chega à HBO Max nesta sexta (28) com mais andanças — e conselhos — do cineasta por Nova York. Na nova leva de episódios da série documental, o diretor, que se autointitula um "ansioso nova-iorquino", se depara com uma porção de questões comicamente aleatórias do cotidiano: como encontrar um banheiro público, como se exercitar ou como limpar os ouvidos. (Ana Elisa Faria)

    20 de Julho de 2023
  • Ouvir |
    O rapper e o “orixá”

    "Esse cara é mil grau, tem gente que fala que ele é um orixá". Foi com essa reverência que o rapper Mano Brown apresentou o episódio do podcast "Mano a Mano" com o lendário Gilberto Gil. No programa, os músicos falaram por quase duas horas sobre temas diversos, como ancestralidade, música, política, África, referências, raça, família e cultura. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    A superfantástica trajetória do Balão Mágico

    Quem nunca cantou junto a Jairzinho, Simony, Tob e Mike o refrão de “Superfantástico”? Para quem era apaixonado por essa turma ou quer saber mais sobre eles, a série documental “A Superfantástica História do Balão” é um prato cheio. Disponível no Star+, o programa mostra a reunião dos integrantes da banda que vendeu mais de 5 milhões de discos, relembrando os altos e baixos de sua trajetória. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    Um livro sobre o ato criativo 

    O americano Rick Rubin, produtor de álbuns dos Beastie Boys, Public Enemy, The Smashing Pumpkins e outros grandes nomes dos anos 1980 e 90, repousa sua barbona característica para escrever “O Ato Criativo: Uma forma de ser” (Sextante, 2023). Há ali inspiração para botar ideias em prática e desconstruções de regras associadas a um pseudo dom de artista. "A criatividade é um aspecto fundamental do ser humano. É um direito nosso de nascença", escreve. (Luara Calvi Anic)

  • Assistir |
    Homenagem ao Blaxploitation na Netflix

    Mesclando ficção científica, suspense, terror e comédia numa grande homenagem ao gênero Blaxploitation, o novo filme da Netflix “Clonaram Tyrone!” vem colecionando elogios da crítica. Com um elenco que conta com Jamie Foxx, John Boyega, Teyonah Parris e Kiefer Sutherland, a trama mostra como um trio improvável de heróis acaba desvendando uma enorme conspiração do governo norte-americano. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    A alteridade na nova Granta em português

    O “outro” é o tema da nova edição em português da revista britânica de literatura Granta, que acaba de ser lançada no país pela Tinta da China Brasil. A revista traz um trecho de “Still Pictures”, livro póstumo de Janet Malcolm, sobre sua origem tcheca e situação de imigrante. Outros destaques são contos e ensaios de Isabela Figueiredo, Natércia Pontes, Ali Smith e Aparecida Vilaça. (Isabelle Moreira Lima)

    13 de Julho de 2023
  • Ler |
    Ensaios inéditos de Anne Carson

    Na nova coletânea “Sobre Aquilo em que Eu Mais Penso” (Ed. 34, 2023), a escritora canadense, autora de “Eros, o Doce-Amargo”, transita pela prosa e pela poesia. Organizada por Danilo Hora e Sofia Nestrovski, que também a traduz, a obra reúne 11 ensaios de Carson inéditos no Brasil. Seu olhar investigativo e sensível aproxima figuras aparentemente distantes, como Homero e Elizabeth Bishop, dissolvendo as fronteiras que separam criação, crítica e tradução. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    Xuxa documental

    Com direção-geral de Pedro Bial, "Xuxa, o Documentário" tem de tudo: um reencontro tenso com a ex-empresária, Marlene Mattos, após 19 anos, uma conversa sincera com Marcelo Ribeiro, ator do polêmico filme "Amor Estranho Amor" (1982), lembranças dos relacionamentos com Pelé e Senna, carreira e material de acervo exclusivo. Dividida em cinco episódios, a série, em cartaz no Globoplay, percorre toda a trajetória da para sempre Rainha dos Baixinhos. (Ana Elisa Faria)

  • Ir |
    Tacos mexicanos autênticos e deliciosos em SP

    A turma do 28º melhor restaurante da América Latina de acordo com o 50 Best, o mexicano Metzi, de SP, agora tem uma opção amiga do bolso, a nova taqueria Atzi. Na Vila Madalena, eles reproduzem as técnicas tradicionais de preparo das tortillas feitas de milho crioulo em um janelão de vidro e as vendem recheadas a partir de R$ 18. Entre os sabores, clássicos como o Al Pastor (porco e abacaxi) e o Asada (contrafilé e guacamole). (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    Comédia e crítica social em série

    Quem assistiu ao filme “Desculpe te Incomodar” (2018) já sabe que pode entrar na nova comédia do cineasta Boots Riley esperando dar boas risadas, mas com um subtexto afiado de crítica racial e social. Desta vez na TV, ele é o criador da série “Sou de Virgem”, disponível no Prime Video. Na produção, Jharrel Jerome (“Moonlight”) vive um homem negro gigante que passa a explorar as dores e delícias do mundo real. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    O homem branco em desalento

    Um homem branco, intelectualizado, paulistano e detentor dos privilégios de sua classe descobre uma doença terminal aos 40 anos, ao mesmo tempo em que vê o país se esfacelar. É esse o ponto de partida de “O seu Terrível Abraço” (Todavia, 2023), novo livro de Tiago Ferro, autor de “O Pai da Menina Morta”, pelo qual levou os prêmios São Paulo e Jabuti. O novo romance tem aspectos de ensaio, fabulação e comentário político, além de uma boa dose de ensaio pessoal. (Isabelle Moreira Lima)

    06 de Julho de 2023
  • Ler |
    Os últimos contos de Tchékhov

    Ao tratar de assuntos cotidianos e pouco espetaculares, os contos do russo Anton Tchékhov (1860-1904), um dos maiores autores da literatura mundial, são primores de condensação e profundidade psicológica. O volume “Últimos Contos” (Todavia, 2023) reúne algumas das derradeiras histórias que produziu em vida, como “A Dama do Cachorrinho” e “A Noiva”, estrelando servos, nobreza e burguesia em meio ao caldeirão social que a Rússia vivia. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    Peça pra cantar junto

    Antes da pandemia, sair na janela e cantar podia parecer coisa de louco. Mas naqueles meses mais dramáticos, loucura era o que acontecia no mundo, no país. Foi nessa época que a atriz e cantora Soraya Ravenle tornou o canto de janela a sua prática. Dessa experiência nasceu "Ubirajara, Uma Cantoria" – nome do prédio onde vive há 26 anos. Na peça-show, ela entoa canções de nomes como Milton Nascimento, Nana Caymmi e Nelson Cavaquinho. Dias 12 e 19/7 no Teatro Vivo e a partir de 9/8 no Teatro Faap, em SP. (Luara Calvi Anic)

  • Assistir |
    O som e os penteados incríveis do Wham! 

    Alto-astral, tons pastéis, penteados volumosos e muito bronzeado são alguns dos elementos que tornam a dupla Wham!, gênese do pop star George Michael, ainda atraentes mais de 40 anos depois. Um documentário da Netflix conta a história de como a dupla, formada por dois amigos de infância, foi responsável por alguns dos maiores hits dos anos 1980. Michael e Andrew Ridgeley gravaram "Wake me Up Before you Go-Go", “Everything She Wants” e ficaram no topo das paradas até a dissolução do Wham! em 1986. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Festival celebra Dia da Mulher Negra Latino-Americana

    Considerado o maior evento voltado para mulheres negras na América Latina, começa na quinta (6) a 16ª edição do Latinidades, com o tema “bem viver”. A começar por Brasília, o evento gratuito vai passar por outras três capitais: Rio, SP e Salvador. Os debates, shows, rodadas de negócios e apresentações culturais, com participação de mais de 20 países, promovem a equidade de raça e gênero num diálogo entre várias esferas dasociedade. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    Os áudios de Robinho

    Está no ar o último episódio de “Os Grampos de Robinho”, que apresenta áudios inéditos de conversas obtidas pela polícia italiana durante a investigação de um estupro coletivo, ocorrido em Milão, envolvendo o ex-futebolista Robinho e alguns “parças”. Ouvir os papos não é fácil. Em vários momentos, o atleta, condenado a 9 anos de prisão, debocha da vítima. O podcast do UOL mostra, porém, que o tom dele muda conforme avançam as apurações. (Ana Elisa Faria)

    29 de Junho de 2023
  • Assistir |
    A adolescência como ela é

    Rio de Janeiro, 1999: um grupo de amigos enfrenta a trágica morte de Beta (Flora Camolese) na noite da festa de formatura do colégio. Esse é o mote da nova série teen do Globoplay, “A Vida pela Frente”, dirigida por Leandra Leal e Bruno Safadi. Uma obra delicada que narra, sem pudor, as dores e as euforias do fim da adolescência a partir de temas como amores, ciúmes, drogas, luto, saúde mental, sexualidade, suicídio e racismo. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    Novas edições e ficção celebram a escrita de Sylvia Plath

    Nos 60 anos de sua morte, Sylvia Plath vem recebendo homenagens à altura do status como uma das vozes mais importantes da literatura no século 20. Além da “Poesia Reunida”, volume que integra dois livros da autora, e “Euforia”, ficção de Elin Cullhed que recria o último ano de vida de Plath, ambos pela Companhia das Letras, a Biblioteca Azul lança em julho uma edição ilustrada de “A Redoma de Vidro”, seu único romance. (Leonardo Neiva)

  • Ir |
    A arte de mulheres em tempos como estes

    O grupo Rosa Choque, formado por 11 artistas mulheres, expõe trabalhos que dialogam com o livro “Em Tempos como Estes” (Ubu, 2020), que reúne cartas de Efratia Gitai, mulher judia que foi testemunha dos grandes acontecimentos do século 20 e é mãe do cineasta Amos Gitai. Com curadoria de Erica Burini, um dos intuitos da mostra é desestigmatizar a produção de mulheres mais velhas. A partir do sábado (24), a Galeria Marília Razuk, em SP. No 4/7, a escritora Noemi Jaffe fala no Museu Judaico sobre Efratia. (Isabelle Moreira Lima)

  • Fazer |
    Aulas com grandes nomes da cozinha

    Manu Buffara, Janaína Rueda e Lucas Corazza estão na lista de chefs que darão aulas e cozinham no SP Gastronomia, um dos eventos mais importantes da comida e da bebida no Brasil. De 29/6 a 2/7 no Parque Villa-Lobos, traz temas como as PANCs no mundo caipira, a combinação inusitada entre chá e café, e os desafios e oportunidades do Programa Municipal Cozinha Escola. Há ainda shows de Arnaldo Antunes e outros. Ingressos aqui. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    Um depoimento sobre desistir da política

    Numa sociedade em que o termo resiliência é mais e mais usado, desistir não é das palavras mais celebradas. Na revista piauí, a ex-deputada federal Áurea Carolina conta em depoimento sincero como e por que não buscou a reeleição. O título já diz muito sobre que peso a política ganhou para ela nos últimos anos: “Acabou o mandato, e comemorei como Galvão Bueno na Copa de 94”. (Isabelle Moreira Lima)

    22 de Junho de 2023
  • Ir |
    “Retratistas do Morro”, no Sesc Pinheiros (SP)

    As fotografias podem ser um registro de uma época, de um modo de viver, de uma classe social e também dos interesses e do repertório de quem faz o clique. Aglomerado da Serra, ao Sul de Belo Horizonte (MG), teve a sorte de contar com dois retratistas que trouxeram tudo isso em suas fotografias de aniversários, formaturas, casamentos e festas. Com imagens de 1960 a 1990, a exposição reúne o trabalho de Afonso Pimenta e João Mendes, organizados a partir da curadoria e pesquisa de Guilherme Cunha. (Luara Calvi Anic)

  • Ouvir |
    A bióloga e o jacaré

    Em 30 de dezembro de 2009, a bióloga Deise Nishimura preparava o almoço na casa flutuante onde vivia, na Reserva Mamirauá, oeste do Amazonas, quando Doroteia, um jacaré-açu, a atacou e a arrastou para o fundo do rio. O resto dessa trama de ação impressionante você pode ouvir no podcast "Rádio Novelo Apresenta". O episódio é cheio de camadas e mistérios, como a autópsia de um extraterrestre (se é que isso é possível!). Uma história de força, doçura e resiliência. (Ana Elisa Faria)

  • Fazer |
    Receitas juninas de família para aquecer 

    É chegada a temporada nacional do milho e de outras comidas tipicamente juninas. Pra aquecer, que tal um mungunzá salgado da Paraíba? Onildo Rocha ensina. Ou um curau de milho pra adoçar a vida e esquentar os pés? Esse é do Rodrigo Oliveira, e as duas estão no Receita de Família do Nossa. Tem ainda o bolo de milho da família de Yuri Machado, do Recife, e um bolo de macaxeira e especiarias baiano. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Festival regado a cafeína em São Paulo

    De 23 a 25 de junho, o prédio da Bienal, no parque Ibirapuera, recebe a segunda edição do São Paulo Coffee Festival. Para os amantes de uma boa cafeína, a feira que acontece em várias cidades do mundo terá estandes com variedade da bebida, além de coquetéis, experiências sensoriais, exposições, filmes e gastronomia, numa celebração da cultura do café. Os ingressos vão de R$ 40 a R$ 170. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    Língua portuguesa, escrita e edição

    Durante seis anos, a editora Vanessa Ferrari foi coletando uma série de impressões sobre a escrita a partir de originais que recebia para publicação. Em “O Lugar das Palavras” (Moinhos, 2023), ela revela segredos do ofício e lista cinco tipos distintos de narrador, assim como frases prontas e as armadilhas estilísticas dos primeiros rascunhos. Uma leitura rica para escritores e quem quer seguir carreira como editor. (Leonardo Neiva)

    15 de Junho de 2023
  • Ouvir |
    Conceição Evaristo conversa com Mano Brown

    "A literatura é meu espaço da vingança", afirma a escritora mineira em conversa franca no episódio publicado nesta quinta-feira (15) em "Mano a Mano". Evaristo fala sobre a infância, a família, a carreira e o país em um tom doce, sábio e firme que ensina e é capaz de emocionar ao mesmo tempo. Vale cada minuto e é um dos episódios que vão ficar para a história, como o de Sueli Carneiro. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    Assassinato e penteados extravagantes no cinema

    O filme “Medusa Deluxe” traz ao cinema uma narrativa de mistério que se passa em meio aos cortes e penteados espalhafatosos de um concurso de cabeleireiros. A estreia do cineasta britânico Thomas Hardiman, exibida num take contínuo, foi bastante elogiada no Festival de Locarno pela direção inventiva e o excesso de seus visuais. Para quem está disposto a esperar, o longa também desembarca no MUBI dia 4 de agosto. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    O retorno de HQs clássicas e esquecidas por anos

    O soturno detetive Spirit, criado em 1940 pelo célebre quadrinista Will Eisner, volta a ter nove histórias publicadas no Brasil — a obra não aparecia por aqui desde 1997. Para comemorar oito décadas do personagem, a editora JBraga lançou uma edição especial. Outro clássico a retornar ao país é a HQ "Little Nemo" (1905), de Winsor McCay, pela Figura. A Folha lista publicações que ficaram esquecidas e regressam agora ao país. (Ana Elisa Faria)

  • Assistir |
    Os debates d’A Feria do Livro no YouTube

    Sueli Carneiro, João Silvério Trevisan, Conrado Corsalette, Ynaê Lopes, Laerte, Max Lobe, Abdellah Taïa, Bela Gil e muitos outros nomes de peso da literatura e do jornalismo brasileiro passaram pelo palco d’A Feira do Livro, que encheu o estacionamento do estádio do Pacaembu de literatura no feriado de Corpus Christi. Quem perdeu não precisa mais sofrer de FOMO e já pode assistir às conversas no canal oficial do evento no YouTube. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    In-Edit Brasil – Festival Internacional do Documentário Musical

    Há 15 anos promovendo o encontro de fãs de música na fila da pipoca, o In-Edit Brasil ganha uma nova edição. Até 25/6, serão exibidos documentários musicais como "Chic Show", sobre bailes paulistanos dos anos 70 e 90; "Terruá Pará", que mostra a diversidade da música amazônica; e "God Said Give 'Em Drum Machines", sobre a história de jovens músicos negros precursores do techno de Detroit nos anos 1980. Entrada gratuita (exceto no CineSesc). (Luara Calvi Anic)

    09 de Junho de 2023
  • Ir |
    Livros ao ar livre

    Neste feriado prolongado de Corpus Christi, saem os carros e entram os livros no estacionamento do Estádio do Pacaembu (SP). É ali que acontece, de 7 a 11 de junho, a segunda edição de A Feira do Livro. São 154 expositores, entre editoras e livrarias que, ao ar livre, trazem lançamentos e eventos para adultos e crianças. Não deixe de visitar o Palco da Praça, onde acontecem conversas com Sueli Carneiro, Itamar Vieira Jr., Laerte, Patricia Hill Collins, Bela Gil e outros. (Luara Calvi Anic)

  • Assistir |
    Filme refaz últimos passos de Bruno e Dom

    O documentário “Vale dos Isolados: O Assassinato de Bruno e Dom”, do Globoplay, reproduz os últimos passos do indigenista pernambucano Bruno Pereira e do jornalista britânico Dom Phillips, executados em 5 de junho de 2022, na terra indígena do Vale do Javari (AM). Dirigido pela repórter Sônia Bridi, o filme, resultado de cem dias na região que abriga o maior número de isolados no mundo, apresenta fotos inéditas da dupla, aborda as investigações do caso e faz um panorama de outras tantas violências ocorridas ali. (Ana Elisa Faria)

  • Ler |
    Contos de Murakami

    Reflexões e memórias de Haruki Murakami, maior escritor da literatura japonesa contemporânea, permeiam os contos da coletânea “Primeira Pessoa do Singular”, lançada pela Alfaguara agora no Brasil. São oito histórias de amor, melancolia e solidão narradas em primeira pessoa e cortadas por suas habituais obsessões (Beatles, jazz, beisebol, etc.). Murakami é também autor de “Norwegian Wood” (1987) e de “Kafka à Beira Mar” (2002). (Isabelle Moreira Lima)

  • Ouvir |
    Debates sobre o clima em novo podcast

    O IPÊ (Instituto de Pesquisas Ecológicas) acaba de lançar seu novo podcast, “Que Clima É Esse?”. Como o nome já insinua, o programa vai tratar das mudanças climáticas, em bate-papos com especialistas no assunto, abordando temas urgentes como a crise da água, o mercado de carbono e práticas ESG. Parte do projeto Semeando Água, o podcast terá 12 episódios, lançados sempre às segundas-feiras. (Leonardo Neiva)

  • Assistir |
    James Baldwin na Mostra Ecofalante

    O escritor e ativista americano James Baldwin (1924-1987) revisita locais históricos de norte a sul dos EUA, por onde passou o Movimento dos Direitos Civis no país. Essa andança é mostrada no longa documental "I Heard it through the Grapevine", de Dick Fontaine e Pat Hartley, em cartaz na 12ª Mostra Ecofalante, em São Paulo. Na obra, intimista, o intelectual cruza com amigos, colegas de luta e da literatura, e relembra as frustrações da guerra contra o racismo. O festival é gratuito. (Ana Elisa Faria)

    02 de Junho de 2023
  • Assistir |
    De volta ao Aranhaverso

    “Homem-Aranha: Através do Aranhaverso” não estreará, mas explodirá na tela dos cinemas a partir desta quinta (1º). Ou pelo menos é o que diz a crítica nos quatro cantos do planeta, para quem, mais que um filme, é uma obra de arte com imagens incríveis, ideias fascinantes, temas complexos e personagens carismáticos. Sem dar spoilers, a trama envolve uma sociedade secreta de aranhas e um Miles Morales como o homem errado no lugar errado. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    Série com Adriana Esteves e inspirada em “Parasita”

    Uma briga violenta entre adolescentes é o estopim para “Os Outros”, do Globoplay, com o primeiro capítulo aberto a não assinantes. Com Adriana Esteves, Drica Moraes e Maeve Jinkings, a trama se inspira no sucesso coreano e em “Deus da Carnificina”. Assinada por Lucas Paraizo, de “Sob Pressão”, conta a história de um conflito entre vizinhos num condomínio da Barra da Tijuca para abordar o isolamento e a dificuldade de comunicação. (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    Uma investigação sobre gênero

    “Não quero ser menina. Também não quero ser menino. Tudo o que eu quero é ser eu”, diz Maia Kobabe que ilustra sua vida e a confusão de perceber-se queer e não saber exatamente como. Tudo isso está na maravilhosa graphic novel “Gênero Queer: Memórias”, que acaba de ser lançada no Brasil pela Tinta da China. Além de sincera e delicada, é uma aula sobre a diversidade LGBTQIA+ preparada com a coragem de quem não foge de nenhum assunto. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ouvir |
    O novo disco de Arlo Parks, revelação do festival C6

    Amor, trauma e relacionamento são temas do novo disco da cantora britânica Arlo Parks, que foi uma das artistas participantes do festival C6, em São Paulo. "My Soft Machine" (2023), descrito pela Pitchfork como “mais dark e, ao mesmo tempo, mais alegre do que o anterior” ao falar sobre a sua nova vida em Los Angeles. São 12 faixas e rendeu os clipes "Impurities", "Devotion" e "Pegasus", com a colaboração da americana Phoebe Bridgers. Disponível em todas as plataformas de streaming. (Andressa Algave)

  • Ir |
    Arte contemporânea no Pacaembu

    Cerca de 50 galerias levarão obras à segunda edição da ArPa, feira que tem entre os destaques um estande de Ivan Serpa, que faria 100 anos neste ano; um diálogo entre as obras do sueco Runo Lagomarsino e da capixaba Castiel Vitorino Brasileiro; e a galeria argentina Isla Flotante com o trabalho de Valentin Demarco. A ArPa terá ainda um aumento de 50% de galerias internacionais. A curadoria é de Carla Zaccagnini, Diego Matos, José Esparza e Chong Cuy. Até 4/6, no Pavilhão Pacaembu (entrada pela Praça Charles Miller). (Ana Elisa Faria)

    25 de Maio de 2023
  • Assistir |
    O poder elétrico das adolescentes

    Um fenômeno atinge garotas de diversas partes do mundo: ao se sentirem com raiva ou vulneráveis, as adolescentes passam a soltar descargas elétricas fortíssimas pelas mãos, causando quedas de energia, incêndios e mortes. À medida que essa força se espalha, o patriarcado nunca mais será o mesmo. Com Toni Collette no elenco, a série “O Poder”, da Prime Video, é inspirada no best-seller deliciosamente feminista da inglesa Naomi Alderman. (Dolores Orosco)

  • Ler |
    O revisionismo em livros de Monteiro Lobato a Agatha Christie

    A revisão de obras clássicas de autores conhecidos mundo afora vem dando o que falar. Com mudanças de termos como “gordo”, que virou “enorme”, e “fêmea”, que se tornou “mulher”, a maioria das alterações exclui trechos considerados preconceituosos ou ofensivos aos leitores atuais. A história, explorada em reportagem da Folha, aprofunda toda a discussão em torno da tendência do revisionismo literário. (Leonardo Neiva)

  • Fazer |
    Curso sobre a obra de Nina Horta com degustação

    O delicioso texto da maior cronista de comida do Brasil é tema de curso ministrado pela jornalista Luiza Fecarotta, na escola Wilma Kovesi, em São Paulo, que propõe “uma escavação arqueológica” de sua obra. Ao longo das aulas, serão degustadas receitas da autora, como picles de quiabo, mousse de atum e pudim de leite, e em paralelo há exercícios de escrita relacionados aos temas abordados. Mais informações aqui. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Grandes nomes da arte brasileira na Casa de Vidro, em SP

    The Square São Paulo, na Casa de Vidro de Lina Bo Bardi, celebra os dez anos da grife italiana Bottega Veneta no Brasil. A partir de temas como geometria, espiritualidade, contracultura brasileira e raízes da Bossa Nova, o evento apresenta Arnaldo Antunes, Ibã Sales, Luiz Zerbini, Leda Catunda, Lenora de Barros e João Camarero, além de obras de Lygia Pape, Hélio Oiticica, Augusto de Campos, Mestre Guarany, Surubim Feliciano da Paixão e da própria Bo Bardi. De 27/5 a 3/6. (Ana Elisa Faria)

    19 de Maio de 2023
  • Assistir |
    Série com Obama aborda desafios do trabalho

    Sua profissão será dominada por máquinas? E afinal, você gosta daquilo que faz? A nova série documental da Netflix, “Trabalho: O que fazemos o dia todo”, tenta trazer respostas nem sempre fáceis para as questões do complexo mercado de trabalho contemporâneo. Em quatro episódios, o ex-presidente Barack Obama acompanha o cotidiano de trabalhadores de diferentes áreas para entender sua rotina e os desafios que enfrentam. (Leonardo Neiva)

    18 de Maio de 2023
  • Ouvir |
    O novo álbum de Amanda Magalhães

    Nome fresco na nova MPB, a cantora faz nesse “Maré de Cheiro”, seu segundo trabalho em estúdio, uma mistura moderna de ritmos como a ciranda, o pagodão baiano, a cumbia e a música eletrônica em letras solares que falam de amor e espiritualidade. Filha do músico William Magalhães, da Banda Black Rio, que participa do álbum, Amanda também canta acompanhada de outros artistas como a cantora Assucena e a rapper Lurdez da Luz. (Dolores Orosco)

  • Ouvir |
    Julia Louis-Dreyfus contra o etarismo

    No podcast “Wiser Than Me”, a atriz célebre pela atuação em comédias como “Seinfeld” e “Veep”, entrevista mulheres com mais de 60 anos que têm muito a dizer. Jane Fonda, Carol Burnett, Amy Tan, Diane von Furstenberg, Isabel Allende e Fran Lebowitz são algumas das entrevistadas dessa primeira temporada que já é considerada um libelo contra o etarismo. Os episódios são semanais e estão em todas as plataformas de áudio. (Isabelle Moreira Lima)

  • Assistir |
    Vinho e suspense em “Gotas Divinas”

    Para quem acha que degustar um vinho é um exercício estático, a nova série da Apple TV+ mostra que pode ser algo cheio de suspense. Baseado em mangás, conta a história da herdeira da maior coleção de vinhos do mundo que, para receber suas posses, precisa vencer o pupilo do pai em provas de vinhos maravilhosos às cegas. Aulão grátis para quem quer saber mais sobre a bebida e diversão garantida com locações na França e no Japão. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Fajardo e Nazareno expõem em São Paulo

    A Galeria Marcelo Guarnieri abriga "Forse che sì, forse che no / Talvez sim, talvez não", de Carlos Fajardo, que reúne construções tridimensionais compostas por sobreposições de vidros e aponta para relações espaciais entre corpo, objeto e arquitetura. Já Nazareno leva à Galeria Lume a mostra "Faz tempo que aquele buraco não sobe na parede", com grandes obras em mármore que instigam o espectador a enxergar o que é o buraco e de onde saem aqueles mármores imensos. Ambas abrem sábado (20), com curadoria de Diego Matos. (Ana Elisa Faria)

    12 de Maio de 2023
  • Ler |
    Uma entrevista definitiva com a Rita Lee dos anos 1980

    “‘Mania de Você’ foi um fundo musical para uma situação de profundo tesão, de amor às últimas consequências”, contou Rita Lee ao jornalista Geraldo Mayrink em 1981 em uma das duas longas sessões de entrevistas que renderam este texto na Playboy. Ela fala das críticas que enfrentou, das tragédias que viveu e de ter finalmente o país inteiro apaixonado por ela. A conversa resume a personalidade livre, inteligente e artística da cantora e emociona ao oferecer um outro tipo de visão sobre o mundo. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    As andanças de Vivian Gornick em novo livro

    Com seus passeios pelas ruas de Manhattan, a escritora e crítica estadunidense traça um mapa de ritmos, encontros casuais e amizades que compõem a vida em Nova York. Autora de “Afetos Ferozes” (Todavia, 2019), eleito pelo New York Times o melhor livro de memórias dos últimos 50 anos, em “Uma Mulher Singular” (idem, 2023) ela traça um autorretrato impactante, que vai de sua atração pela solidão até o que significa ser uma intelectual feminista num mundo hostil para mulheres. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    Wanderléa estreia no choro

    A cantora lança, pelo Selo Sesc, o primeiro álbum do gênero de sua carreira. Nele, a dona de hits como "Foi Assim" e "Prova de Fogo" homenageia nomes como Pixinguinha, Waldir Azevedo, João de Barro e outros ícones do choro em 12 faixas. Há ainda a inédita "Um chorinho para Wandeca", composta por Douglas Germano e João Poleto em homenagem à intérprete. Ficará disponível em todas as plataformas de streaming. (Andressa Algave)

  • Ir |
    Krenak e Baniwa na montagem de “O Guarani”

    Possivelmente a ópera brasileira mais conhecida da história, afinal sua abertura é tema da Hora do Brasil, “O Guarani”, de Carlos Gomes, agora é encenada no Theatro Municipal de São Paulo, pela Orquestra Sinfônica Municipal com ampla participação indígena. O filósofo, ambientalista e escritor Ailton Krenak assina a concepção geral do espetáculo e o artista visual Denilson Baniwa fez a codireção artística e a cenografia. O coro tem ainda cantores do povo Guarani do Jaraguá. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ir |
    Mostra “Bará”, de Gustavo Nazareno, celebra Exu

    A partir deste sábado (13), o Museu Afro Brasil Emanoel Araujo, abrigado no Parque Ibirapuera, recebe a exposição do artista mineiro Gustavo Nazareno. A mostra reúne cerca de 150 trabalhos, entre pinturas a óleo sobre linho e desenhos em carvão, que partem de inspirações em contos de fada, fabulação e a fé em Exu na qualidade de Elegbara, uma das denominações do orixá do movimento e da comunicação. Até 1/10. (Ana Elisa Faria)

    04 de Maio de 2023
  • Assistir |
    Drauzio Varella entrevista

    O médico e escritor estreou na quarta (3), dia em que completou 80 anos, seu videocast de entrevistas no YouTube. Às quartas, um novo episódio com nomes como Zé Celso, Negra Li e padre Julio Lancellotti, sempre às 19h. Varella disse à Folha que segue trabalhando a todo vapor, apesar de ter fechado o consultório particular. “Tive fases da vida em que dizia: ‘preciso reduzir’. E não consegui. Não é agora com 80 anos que vou aprender." (Leonardo Neiva)

  • Ler |
    O racismo na seleção para emprego

    Uma pesquisa conduzida durante dois anos em países europeus onde a foto costuma ser incluída no currículo concluiu que a cor da pele pode interferir nas chances de uma contratação. Novos imigrantes de primeira e segunda geração estão entre os mais discriminados e são vistos como grupo social crucial para a sobrevivência econômica da Europa. O estudo, publicado na revista da Universidade de Oxford, é tema de reportagem de Michele Oliveira na Folha de S.Paulo. (Isabelle Moreira Lima)

  • Ler |
    Um perfil de Annie Ernaux por Rachel Cusk

    De escritora para escritora, a britânica da trilogia “Esboço” (Todavia, 2019) publicou na New York Times Magazine um artigo onde explora a intersecção entre sua vida e a literatura de Ernaux. Com um título que atribui à francesa ganhadora do Nobel a quebra de tabus na escrita feminina, Cusk relembra um encontro entre as duas, explora os elementos chocantes da literatura de Ernaux, a dolorosa honestidade de seus livros e a fragilidade do corpo sobre o qual a autora construiu seu império. (Leonardo Neiva)

  • Ouvir |
    Jessie Ware, a incendiária

    Depois do “What’s Your Pleasure” (2020), a expectativa era alta sobre a nova aventura da cantora britânica. Mas eis que o momento chegou e Ware entrega novos hinos disco (“Begin Again”) e house (“Freak Me Now”) e se firma como um dos nomes mais quentes quando o assunto é pista. “That! Feels Good” talvez precise de mais de uma audição, mas depois cola como chiclete, com produção impecável e o instrumento certo na hora certa. Vale procurar as vozes de Roisin Murphy e de Kylie Minogue no hit que dá título ao álbum. (Isabelle Moreira Lima)