"Saúde mental é mais do que tratar doenças" — Gama Revista
Você tá bem?
Icone para abrir
Instagram / @lucasliedke

4

Podcast da semana

Lucas Liedke: 'Saúde mental é mais do que tratar doenças'

Psicanalista com presença importante nas redes sociais diz que é preciso encontrar formas de conviver melhor consigo mesmo

Isabelle Moreira Lima 08 de Agosto de 2021

4

Podcast da semana

Lucas Liedke: ‘Saúde mental é mais do que tratar doenças’

Instagram / @lucasliedke

Psicanalista com presença importante nas redes sociais diz que é preciso encontrar formas de conviver melhor consigo mesmo

Isabelle Moreira Lima 08 de Agosto de 2021

Num momento em que a saúde mental sofre os reflexos de uma pandemia longa e de crises políticas, sociais e econômicas, a discussão sobre ela avança: as pessoas perdem o receio de compartilhar seus medos, suas ansiedades, se estão deprimidas. Convidado do Podcast da Semana, o psicanalista e analista de cultura e comportamento Lucas Liedke afirma que a ideia de que problemas como esses não deviam ser comentados, a do tabu em torno da saúde mental, está enfraquecida. Mas ressalta que é importante ampliar o debate para além do tratamento de doenças. “Esse é um ponto que não é tão visível para a maioria das pessoas: não se trata só de tratar doenças e disfunções, mas de encontrar formas de conviver consigo mesmo”, disse em entrevista a Gama.

Liedke virou um especialista em traduzir nas redes sociais e em memes o que muita gente sente, ao mesmo tempo em que explica conceitos importantes para a psicanálise. “Com o humor liberamos algo que está reprimido, quase como se o meme fosse uma espécie de associação livre da cultura, algo que fica submerso. Às vezes você ri e não sabe explicar o porquê, mas pode aliviar um sofrimento. É um gatilho para a conversa, para o desabafo”, afirma sobre os memes que compartilha na internet.

Ele acredita que essa é uma maneira de aproximar um pouco as pessoas da psicanálise, mas salienta que não se trata de uma substituição do tratamento. “As redes são muito importantes em conectar pessoas que possam estar passando por sofrimentos semelhantes. Pode trazer conhecimento, teoria, referência. Só fico preocupado sobre como redes sociais fornecem elaboração psíquica”, afirma. “Não adianta apenas seguir perfis, isso não é terapia. Pode ser terapêutico em alguns momentos, mas tem que ir além disso”, diz.

Na conversa, Lucas fala ainda sobre o mal estar em que o brasileiro vive depois de um ano e meio de pandemia e em um sistema político e econômico em crise. Mostra dados preocupantes sobre a saúde mental de jovens, especialmente. “O melhor é o diálogo, a escuta, a proximidade, o acolhimento. Não fazer com que o isolamento se perpetue”, afirma sobre o que mães e pais podem fazer.

Lucas Liedke: ‘Saúde mental é mais do que tratar doenças’

Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria
Imagem da galeria

01 /

No Spotify, na Apple Podcast, no Google Podcast e no link abaixo você escuta essa conversa.

Roteiro e apresentação: Isabelle Moreira Lima

Edição de som: Roberto Soares