Questionário Proust -- Preta Rara — Gama Revista
Questionário Proust

Preta Rara

Rapper, historiadora e escritora

20 de Novembro de 2021

A santista Joyce Fernandes é rapper, historiadora, escritora, ativista, modelo plus size e no ano passado estreou como apresentadora do programa Talk Five, do Globoplay. Compôs músicas como “Falsa Abolição” e criou o perfil no Instagram @euempregadadomestica, que gerou o ebook “Eu, empregada doméstica: a senzala moderna é o quartinho da empregada” (Letramento, 2020). Em fevereiro de 2021, foi perfilada pelo New York Times.

  • 1

    Qual é sua ideia de felicidade perfeita?

    Eu acredito em frações de felicidade, em momentos, que a gente deve encarar como se fossem os últimos.

  • 2

    Qual é o seu maior medo?

    De voltar a ter a vida que eu tinha há uns 14 anos, em relação a trabalho e dificuldades financeiras. De passar fome de novo.

  • 3

    Que característica mais detesta em você?

    A procrastinação. Deixo muita coisa pra última hora e gero um estresse sem necessidade.

  • 4

    Que característica mais detesta nos outros?

    Falsidade.

  • 5

    Que pessoa viva você mais admira?

    Minha mãe. É incrível ela ter passado por tudo o que passou e não reproduzir isso de forma negativa. Ela foi escravizada na década de 1970 e não teve referência de pai e mãe. Ela é analfabeta e conseguiu alfabetizar os filhos, não me pergunte como.

  • 6

    Qual é a sua maior extravagância?

    Não sei responder isso. Porque pode não parecer extravagância para os outros, mas, para mim, é ter acesso às coisas e oportunidades na vida.

  • 7

    Qual é o seu estado mental atual?

    Complexo. Eu estou em um momento muito feliz e importante de conquistas pessoais e, ao mesmo tempo, tenho conflitos internos e até culpa por causa da quantidade de pessoas pretas que continuam morrendo no Brasil.

  • 8

    Que virtude considera superestimada?

    Estou mudando isso, mas às vezes ainda confio nos outros muito rápido.

  • 9

    Em que ocasião você mente?

    Às vezes, diante de pessoas que vêm me pedir opinião sobre o trabalho artístico delas. Para não ofender e causar desconforto, acabo omitindo coisas que eu penso.

  • 10

    O que menos gosta sobre sua aparência?

    Aceitar o corpo é um processo. No momento, o que está me incomodando é uma covinha no rosto, tipo um bigode chinês. Perceber que o corpo está envelhecendo me assusta um pouco.

  • 11

    Que pessoa viva você mais despreza?

    Bolsonaro. Eu odeio ele com todas as forças, pois o maior projeto político dele é o extermínio do povo brasileiro, principalmente das pessoas pretas e pobres.

  • 12

    Que qualidade mais admira em um homem?

    Lealdade.

  • 13

    Que qualidade mais admira em uma mulher?

    Lealdade e sororidade.

  • 14

    De que palavras ou frases você abusa?

    Pesadona, bem bonita, resistência, futuro e continuidade.

  • 15

    O que ou quem é o maior amor da sua vida?

    Meu avô, minha avó, minha mãe, meu pai, meu namorado. São muitos amores.

  • 16

    Quando e onde você foi mais feliz na vida?

    Salvador, 30 de dezembro de 2019, quando conheci meu namorado. Cidade incrível e pessoa incrível.

  • 17

    Que talento você mais gostaria de ter?

    Gostaria de ser multi-instrumentista, que nem a cantora Bia Ferreira.

  • 18

    Se você pudesse mudar uma coisa sobre você, o que seria?

    Ser menos procrastinadora e teimosa.

  • 19

    O que considera sua maior conquista?

    O momento que eu estou vivendo agora: ter conseguido vir morar em Salvador e estar no caminho de consolidar meu trabalho.

  • 20

    Se você morresse e voltasse como uma coisa ou uma pessoa, o que você gostaria de ser?

    A Oprah, né, gente? Mulher preta mais rica do mundo, além de comunicadora, escritora, apresentadora. Ela é fodástica.

  • 21

    Onde você mais gostaria de morar?

    Em Salvador, onde eu estou morando agora.

  • 22

    Qual é o seu pertence mais estimado?

    Minha vitrola.

  • 23

    O que você considera o nível mais baixo da desgraça?

    As pessoas sofrerem de insegurança alimentar em um país como o Brasil, onde o que se planta, dá. Nem isso o Estado consegue garantir para as pessoas.

  • 24

    Qual sua ocupação favorita?

    Ser rapper e estar em cima do palco, cantando.

  • 25

    Qual sua característica mais marcante?

    Gostar de conversar com as pessoas. Me chamam muito de simpática, risonha, alegre. Mas é porque eu gosto muito de fazer amizade.

  • 26

    O que você mais valoriza em seus amigos?

    A sinceridade. Acho que, quem é amigo mesmo, sinaliza quando você está fazendo alguma merda. Não gosto de amizade que aplaude tudo.

  • 27

    Quais os seus escritores favoritos?

    Carolina Maria de Jesus - o que ela escreve me bate em um lugar muito familiar. E várias outras: Maya Angelou, Jenyffer Nascimento, Sueli Carneiro, Jurema Werneck, Vilma Reis.

  • 28

    Quem é seu herói na ficção?

    Dandara dos Palmares.

  • 29

    Com qual figura histórica você mais se identifica?

    Pantera Negra.

  • 30

    Quem são seus heróis na vida real?

    Minha mãe e meu pai.

  • 31

    Quais são seus nomes favoritos?

    Liberino, Noemia, Jairo, Helena, Fábio, Lucas, Dandara, Hilary, Wesley.

  • 32

    O que você mais detesta?

    Detesto gente falsa e banana, na mesma proporção.

  • 33

    Qual seu grande arrependimento?

    Na minha primeira viagem internacional, fui fazer um show em Cali, na Colômbia, a convite da Mídia Ninja. Na época fiquei com medo de esticar a estadia e conhecer mais lugares por lá, como Cartagena, e hoje me arrependo, porque aí veio a pandemia e não tive oportunidade de voltar.

  • 34

    Como gostaria de morrer?

    Dormindo, com 123 anos, de camisolinha combinando com o lençol da cama, sem sentir nada.

  • 35

    Qual é o seu lema?

    "Existir para resistir".