Conteúdos sobre literatura na Gama Revista

literatura

Imagem de destaque do post
Ler

“A Segunda Mãe”, de Karin Hueck

Parece que já temos o livro viciante da estação e é este romance editado pela Todavia. Na trama, o casamento entre duas mulheres que esperam o segundo filho está em crise. Como se não bastasse a uma boa história, ainda há um elemento de distopia, um spoiler que ninguém quer contar, e não sou eu que vou atirar esta pedra aqui. Hueck, que já havia lançado infantis e não ficção, como “O Lado Sombrio dos Contos de Fadas” (HarperCollins, 2023), estreia agora na ficção para adultos. (Isabelle Moreira Lima)
Imagem de destaque do post
Ler

Os livros infantis do selo Baião e de Maurice Sendak

É um bom momento para a literatura infantil no Brasil. Acabam de chegar às livrarias os primeiros volumes do novo Baião, selo infantil da Todavia, que traz o belíssimo “Boa Noite, Bo”, das norueguesas Kjersti Annesdatter Skomsvold e Mari Kanstad Johnsen, além do sensível “A Menina dos Cabelos d’Água”, de Sidnei Nogueira. Está de volta também o clássico do gênio Maurice Sendak, “Onde Vivem os Monstros”, agora com a Companhia das Letrinhas, com a promessa de novos títulos do autor em 2024. (Isabelle Moreira Lima)
Imagem de destaque do post
Ler

Martin Scorsese fala sobre mortalidade, solidão e Marvel

Aos 80 anos, Martin Scorsese sabe que não tem muito tempo. Em entrevista à GQ norte-americana, o diretor de cinema, que se prepara para lançar seu novo filme “Assassinos da Lua das Flores”, fala sobre mortalidade, solidão e sua carreira em Hollywood. Sempre sincero, revela que jamais se sentiu parte da Academia e dá sua opinião sobre a fórmula Marvel: para ele, parecem ser feitas por Inteligência Artificial. (Daniel Vila Nova)
Imagem de destaque do post
Ler

Um relato de uma prisioneira da Guerra do Paraguai

“No 25 de dezembro as senhoras destinadas a morrer de fome por ordem de López foram libertadas pelo Exército brasileiro. Eu sou uma delas; vivo e escrevo”, diz o relato que abre “Memórias de Dorothée Duprat de Lasserre: Relato de uma prisioneira na Guerra do Paraguai (1870)”, livro que comemora 20 títulos lançados pela editora Chão, especializada em não ficção histórica. Neste, as dificuldades de viver numa espécie de campo de concentração itinerante de mulheres. (Isabelle Moreira Lima)
Imagem de destaque do post
Ler

A religião que transforma o crime em “A Fé e o Fuzil”

Recusando estereótipos, o jornalista e pesquisador Bruno Paes Manso lança, pela Todavia, o livro que é um estudo sobre como as religiões evangélicas modificaram o panorama do crime no Brasil nas últimas décadas. Com depoimentos de ex-criminosos que mudaram suas vidas a partir da religião, o autor mostra como o crescimento desses grupos tem impacto profundo numa população exposta a diversas violências. (Leonardo Neiva)
Imagem de destaque do post
Ir

Pensadores, músicos e escritores na FLIM

O pensamento da escritora americana bell hooks sobre o amor, que, para ela, mais do que um sentimento, é uma prática diária e uma ação transformadora e libertadora da alma, guia as discussões da Festa Literomusical de São José dos Campos. A 9ª edição da FLIM, que ocorre a partir desta sexta-feira (15), reúne nomes como Daniel Munduruku, Eliane Robert Moraes, João Silvério Trevisan, Juliana Borges, Midria, Renato Noguera e Rita von Hunty. (Ana Elisa Faria)
Imagem de destaque do post
Ler

“Bioy & Borges”, uma história de amizade e literatura

Além de dois dos maiores expoentes da literatura latino-americana, Jorge Luis Borges e Adolfo Bioy Casares também foram grandes amigos. Para narrar de forma literária essa relação, a Companhia das Letras reúne em “Bioy & Borges” toda a obra escrita em colaboração entre os dois autores. São mais de 500 páginas com os romances, contos, crônicas e textos esparsos que os argentinos escreveram juntos durante meio século. (Leonardo Neiva)